Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1021
Título: Estudo da alteração da cobertura do solo no Parque Nacional da Peneda Gerês (1995 e 2007). Análise temporal dos padrões espaciais e avaliação quantitativa da estrutura da paisagem.
Autor: Viana, Helder
Aranha, José
Palavras-chave: Ecologia da Paisagem
Análise de padrões espaciais
Gerês
Detecção Remota
Data: 16-Mai-2008
Editora: USIG
Resumo: Os processos de alteração da paisagem, sejam naturais ou de origem antropogénica, têm uma influência profunda na evolução histórica das paisagens. Estas modificações na cobertura e ocupação do solo induzem alterações no tipo de coberto vegetal bem como nos indicadores da paisagem. Com o presente estudo pretendeu-se avaliar a evolução da cobertura e ocupação do solo, entre o período de 1995 e 2007. Os mapas da cobertura do solo foram obtidos por classificação digital de imagens de satélite Landsat TM numa área de aproximadamente 5200ha, inserida no parque Nacional da Peneda Gerês, tendo como material de apoio ortofotomapas para fotointerpretação e levantamentos de campo por GPS, dos períodos considerados. A análise da evolução temporal dos padrões espaciais foi feita com base no estado inicial (1995) da cobertura do solo e nas tendências de transição, obtidas por modelação das transições potenciais até 2007. O par de imagens foi submetido a uma análise de Markov, sendo calculadas novas imagens, como projecções das duas coberturas do solo, mostrando a predição das alterações da paisagem, para cada classe classificada, recorrendo ao módulo Land Change Modeler que integra o software SIG, IDRISI Andes. Foram também aplicados métodos de quantificação da estrutura da paisagem e calculadas as métricas da paisagem relativas à área das parcelas, área central, tamanho e densidade, fronteira, forma e métricas de diversidade, para os dois períodos. Estas operações foram executadas com auxílio da extensão Patch Analyst, que funciona em ambiente ArcGIS 9.x. As comparações feitas indicam alterações significativas em 13 das 15 classes de ocupação classificadas, correspondente a cerca de 1000ha da área de estudo considerada. As modificações mais importantes registaram-se nas classes de pinheiro bravo (Pinus pinaster); carvalho alvarinho (Quercus robur); mimosa (Acacia dealbata) e nas áreas de matos. Enquanto que para o pinheiro e matos o balanço, entre ganhos e perdas de território, foi equilibrado, mantendo-se praticamente as mesmas extensões, o carvalhal sofreu uma redução de 440ha e o acacial aumentou em mais de 60% relativamente à ocupação em 1995. A aplicação comparada de indicadores da paisagem mostrou que a estratificação aumentou, registando-se o dobro de parcelas e, consequentemente, com as áreas médias a reduzirem para metade. Apesar das modificações espaciais observadas, os índices de biodiversidade calculados são muito semelhantes nestas duas datas. Esta abordagem permitiu compreender melhor as dinâmicas desta paisagem, inserida na área protegida da Peneda-Gerês, tendo sido possível registar alterações significativas na cobertura e ocupação do solo.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1021
Aparece nas colecções:ESAV - DEAS - Documentos de congressos (comunicações, posters, actas)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
2008_Estudo da alteração da cobertura do solo_ESIG08.pdf537,17 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.