Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1072
Título: Colagem e propriedades mecânicas da madeira de pinheiro tratada termicamente
Autor: Esteves, Bruno
Pereira, Helena
Palavras-chave: Colagem
Tratamento térmico
Data: 2010
Citação: Esteves, B., Pereira, H. (2010) “Colagem e propriedades mecânicas da madeira de pinheiro tratada termicamente” In: 8º Congresso Nacional de Mecânica Experimental. Guimarães, 21-23 de Abril, 2010
Resumo: O tratamento térmico da madeira permite diminuir a higroscopicidade da madeira, melhorando a sua estabilidade dimensional e a resistência a vários tipos de biodegradação. Utilizando este tratamento é possível atribuir um maior valor acrescentado, permitindo a madeiras menos nobres a sua utilização no exterior, sem a utilização de qualquer químico. O tratamento térmico da madeira de pinheiro (Pinus pinaster) foi feito na ausência de oxigénio numa autoclave com uma mistura de ar sobreaquecido e saturado durante 2, 4, 6, 8 e 12 horas à temperatura de 200 ºC. Determinou-se a resistência à colagem, a molhabilidade e a dureza nas secções tangencial e radial, o módulo de elasticidade e a tensão de rotura por flexão estática. A resistência à colagem, utilizando uma cola de acetato de polivinil (PVA) foi determinada de acordo com a norma DS/CEN/TS 13354. Determinou-se a molhabilidade da madeira pelo método do ângulo de contacto usando um goniómetro. A dureza foi medida de acordo com a norma ISO 3350 (1975). O módulo de elasticidade e a tensão de rotura à flexão foram determinados através de um ensaio a três pontos. Verificou-se que a resistência à colagem diminuiu com a intensidade do tratamento térmico. Foi possível obter uma relação aproximadamente linear (R2=0,81) entre a resistência à colagem e a perda de massa devido ao tratamento térmico. Ao mesmo tempo observou-se uma diminuição da molhabilidade da superfície da madeira o que contribui para uma diminuição da resistência à colagem. Em relação às propriedades mecânicas o MOE praticamente não foi afectado enquanto a tensão de rotura diminuiu com a intensidade do tratamento atingindo cerca de menos 30%. A dureza da madeira tratada também diminuiu quer na secção tangencial, quer na radial atingindo uma redução máxima de cerca de 30%.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1072
Aparece nas colecções:ESTGV - DEM - Documentos de congressos (comunicações, posters, actas)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
COLAGEM E PROPRIEDADES MECÂNICAS DA MADEIRA DE PINHEIRO TRATADA TERMICAMENTE ripv.pdf109,91 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.