Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1217
Título: Percepção e Satisfação Corporal em Adolescentes e a Relação com a sua Saúde Oral
Autor: Bica, Isabel
Cunha, Madalena
Costa, José dos Santos
Rodrigues, Vítor
Neves, Daniela
Albuquerque, Inês
Agostinho, Joana
Pereira, Sandra
Lima, Teresa
Palavras-chave: Adolescente
Qualidade de vida
Imagem corporal
Saúde oral
Data: Jun-2011
Editora: Instituto Politécnico de Viseu
Citação: Bica, I. et al. (2011). Percepção e Satisfação Corporal em Adolescentes e a Relação com a sua Saúde Oral. Millenium, 40: 115‐131
Relatório da Série N.º: ;40
Resumo: Introdução: A autopercepção e satisfação com a imagem corporal são factores preponderantes na autoaceitação dos adolescentes e entre os seus pares. Uma das muitas implicações da Saúde Oral na adolescência é, sem dúvida, a alteração da sua percepção corporal. Cada vez mais a melhoria da aparência se torna numa necessidade. As doenças orais têm consequências psicológicas, físicas e sociais na vida dos adolescentes. Os adolescentes, dependendo do seu sexo, valorizam de forma diferente a imagem corporal. Esta imagem é individual, subjectiva, dinâmica e sujeita às alterações referentes ao crescimento e desenvolvimento. Se o adolescente não se encontra satisfeito com a imagem, vai notar-se a repercussão na sua auto-estima. Um sorriso saudável favorece a auto estima, assumindo, assim, a saúde oral um importante relevo entre os factores que influenciam esse indicador. Neste contexto, este estudo tem como objectivo, avaliar a percepção e satisfação corporal em adolescentes e a relação com a sua saúde oral. Métodos: Estudo transversal e descritivo levado a cabo numa amostra de 323 adolescentes (idade média = 13.58 anos; Sd = 1.459), dos quais 55.42% eram rapazes e 44.58% raparigas. Material: Questionário sobre saúde oral, Escala de Qualidade de Vida Relacionada com a Saúde Oral, (Slade & FriasBulhosa, 2003) e Escala de Evaluación de Insatisfacción Corporal en Adolescentes, (Grima, Landíver & Baile, 2003). Resultados: A maioria dos adolescentes tem alguma cárie (47.06%), 33.17% estão livres de cáries. A existência de cáries é maior nas raparigas (52.08%) que nos rapazes (43.02%). 86.07% dos adolescentes estão em situação de risco para o aparecimento de cáries, 13.93% apresentam risco baixo. O aparecimento de placa é visível a olho nú em 54.35% dos casos, (51.12% nos rapazes; 58.34% nas raparigas). Relativamente ao índice de Dentes Cariados, Perdidos ou Obturados (CPOD), A média foi 2.73 (SD=3.209) (a média das raparigas foi 3.18, e 2.36 nos rapazes). A maioria dos adolescentes (86.38%) considera que dentes saudáveis e bonitos são importantes para a imagem corporal; contudo, 12.07% dizem não atribuir importância a este factor. A QVRSO é boa para 60.06% dos adolescentes, fraca para 22.60% e 17.34% foi classificada como razoável, as raparigas estão mais satisfeitas (60.42%) que os rapazes (23.46%). A maioria dos adolescentes está bastante satisfeito com a própria imagem (82.04%), 2.79% está muito satisfeito e 15.17% não está satisfeito. As raparigas parecem mais satisfeitas com a sua imagem corporal (média = 89.88; SD = 23.533), que os rapazes (média = 77.446; SD = 13.418); (Rank Sun= 24539.50; U= 8429.500; Z= -5.344; p=.000). A satisfação corporal foi associada com a QVRSO, (r=.418; p=.000), mostrando que quanto melhor a QVRSO melhor a satisfação com a imagem corporal dos adolescentes. Conclusão: Os resultados sugerem que a Saúde Oral deveria ser promovida para que a satisfação com a imagem corporal e a QVRSO dos adolescentes melhorassem.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1217
Aparece nas colecções:ESSV - UECA - Artigos publicados em revista científica
RE - Número 40 - Junho de 2011

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Percepção e Satisfação Corporal.pdf242,58 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.