Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1231
Título: Contributo dos Enfermeiros na Formação Pré‐Graduada
Autor: Ribeiro, Olivério
Cunha, Madalena
Palavras-chave: Contributo
Enfermeiro
Formação pré-graduada
Supervisão
Ensino clínico
Data: Dez-2011
Editora: Instituto Politécnico de Viseu
Citação: Ribeiro, O. et al. (2010). Contributo dos Enfermeiros na Formação Pré‐Graduada.   Millenium, 41 (julho/dezembro). Pp. 123‐144
Relatório da Série N.º: ;41
Resumo: O presente estudo propõe-se analisar o “Contributo do enfermeiro na formação pré-graduada”, uma vez que aprender em contexto de Ensino Clínico é cada vez mais uma necessidade imperiosa do estudante de Enfermagem. O estudo de natureza transversal e cariz descritivo correlacional foi desenvolvido numa amostra não probabilística, constituída por 305 enfermeiros, 72.1% do género feminino e 27.9% do género masculino, com idades compreendidas entre os 23 e os 58 anos, que exercem funções em diversos hospitais portugueses. Constatámos existir efeito significativo da idade no contributo do Enfermeiro na formação pré-graduada, sendo que os enfermeiros com mais idade (≥34 anos) apresentam um maior contributo. Quem possuí formação específica em supervisão é quem mais contribui para a formação pré-graduada e os que detêm mais tempo de exercício profissional (≥14 anos) apresentam melhores competências na supervisão. Verificámos ainda existir relação entre os anos escolares supervisionados (2º ano e 4º ano), o título profissional e o contributo do enfermeiro na formação pré-graduada. Na perspetiva dos enfermeiros, o estabelecimento de prioridades na prestação de cuidados é a maior dificuldade sentida pelo pré-graduado. Por sua vez, a promoção do processo ensino – aprendizagem, tendo por base os objetivos do ensino clínico, é apontada como a maior dificuldade sentida pelos enfermeiros. Quanto à atitude mais benéfica na formação do pré-graduado, constatou-se que consiste em orientá-lo na realização das intervenções de enfermagem, sendo as competências teóricas as que os enfermeiros mais valorizam nos alunos
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1231
Aparece nas colecções:RE - Número 41 - Dezembro de 2011

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Contributo dos Enfermeiros.pdf298,79 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.