Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1462
Título: Entamoeba coli no homem e nos animais domésticos.
Autor: Nascimento, C.
Néri, H.
Silva, L.
Silva, R.
Coelho, C.
Vasconcelos, N.
Vala, Helena
Palavras-chave: Entamoeba histolytica
Entamoeba coli
zoonose
Data: 2010
Citação: Nascimento C, Néri H, Silva L, Silva R, Coelho C, Vasconcelos N, Vala H (2010). Importância da Entamoeba histolytica e Entamoeba coli no homem e nos animais domésticos. Ata Parasitológica Portuguesa. 17(2): 121.
Relatório da Série N.º: 1;
Resumo: Entamoeba histolytica e Entamoeba coli são protozoários da família Endamoebidae. O Homem é o seu principal hospedeiro, no entanto, outros mamíferos como os suínos, cães, gatos, primatas e roedores, podem também ser atingidos. Ambos os parasitas habitam o intestino grosso de Homens e animais, sendo a sua forma infestante eliminada através das fezes. Com um ciclo biológico idêntico, constituído por quatro fases - trofozoíto, pré-quisto, quisto e metaquisto – apresentam diferenças na sua fase de quisto, a forma infestante, com a Entamoeba histolytica a exibir quatro núcleos, enquanto Entamoeba coli apresenta quistos com oito núcleos. A principal diferença entre estas duas espécies reside, no entanto, no facto de uma ser patogénica (Entamoeba histolytica) e a outra (Entamoeba coli) viver como um comensal do intestino, não causando doença. Entamoeba histolytica é causadora no ser humano, da doença conhecida como disenteria amebiana. Este parasita pode originar infecções sintomáticas ou assintomáticas e tanto os portadores sãos como os infectados, funcionam como reservatório da infecção, não só para a espécie humana como também para animais. As infecções naturais em animais estão descritas em várias partes do mundo, principalmente em cães. Frequentemente são infecções esporádicas e, muitas vezes, adquiridas pelo contacto com humanos. Estão ainda descritas infecções experimentais noutros animais domésticos, como gatos, porquinhos-da-índia, coelhos e suínos. O potencial zoonótico desta parasitose, bem como a escassa informação actualizada sobre a sua incidência, tornam-na um importante objecto de estudo.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1462
Aparece nas colecções:ESAV - DZERV - Documentos de congressos (comunicações, posters, actas)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
59 Nascimento et al Entamoeba 2010.pdf113 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.