Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1480
Título: A influência do suporte social no envolvimento emocional do pai com o bebé
Autor: Cardoso, Ana Catarina David
Palavras-chave: Apego a objectos
Apoio social
Cultura
Gravidez
Pai
Parto
Psicologia
Relação pai-criança
Trabalho de parto
Bonding
Culture
Father-child relations
Fathers
Labor, obstetric
Object attachment
Parturition
Pregnancy
Psychology
Social support
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Resumo: Enquadramento: O suporte social é um fator relevante no estabelecimento de laços afetivos, uma vez que se refere à existência e à qualidade de relações sociais em geral ou em particular, às relações familiares e de amizade. Este, tem sido apontado como principal variável psicossocial envolvida na adaptação à parentalidade e, por inerência, ao desenvolvimento do bonding entre pai e bebé. Objetivos: Este estudo procura estabelecer a relação entre as variáveis sócio-demográficas, obstétricas, envolvimento do pai na gravidez, trabalho de parto/parto e suporte social com o bonding. Método: Trata-se de um estudo transversal, descritivo-correlacional, de natureza quantitativa, no qual participaram 349 pais, com idades entre os 19 e os 55 anos, sendo a média, 31,84 anos, com o desvio padrão de 6,067 Para a mensuração das variáveis utilizaram-se instrumentos de medida, de reconhecida fiabilidade, aferidos e validados para a população portuguesa: Escala de Satisfação com o Suporte Social (Ribeiro, 1999) e Escala de Bonding (Figueiredo et al., 2005). Foram também aplicados questionários de caracterização sociodemográfica, obstétrica e envolvimento do pai na gravidez, trabalho de parto e parto. Resultados: Os resultados demonstram que o bonding positivo é influenciado pela idade (p=0,010), habilitações literárias (p=0,045), ser primeiro filho (p=0,027), comunicação com o feto (p=0,005), presença no trabalho de parto (p=0,045). Relativamente ao suporte social: - bonding positivo e “satisfação com os amigos” (p=0,011); - bonding negativo e “intimidades” (p=0,011); - bonding total e “satisfação com a família” (p=0,001). Conclusão: Perante estes dados, o papel dos enfermeiros especialistas em saúde materna assume-se como primordial, devendo envolver o pai desde o início da gravidez. Dada a importância que o suporte social assume no estabelecimento do bonding, é imprescindível que os profissionais de saúde apoiem e integrem o pai no processo de adaptação à parentalidade. Palavras-chave: Pai; Bebé; Trabalho de Parto; Parto; Bonding; Suporte Social ABSTRACT Background: One of the important factors in the establishment of bonding between parent and baby is social support. This factor is associated to the existence and quality of social relations, marital relations and friendship. This has been pointed out as the main psychosocial variable involved in adaptation to parenthood and thus also important in the development of bonding between parent and baby. Objective: The central problem of this empirical study is to investigate the influence of socio-demographic, obstetric, father involvement in pregnancy, labor/delivery and social support, with the bonding. Methods: This study is a cross-sectional study, correlational descriptive, quantitative, attended by 349 parents, aged between 19 and 55, with an average age of 31,84, with the standard deviation of 6,067. To evaluate variables, instruments of recognized reliability were used, measured and validated for the Portuguese population: satisfaction scale with the social support and bonding scale. Questionnaires were also applied in what concerns social-demographic, obstetric and father involvement in pregnancy, labor and delivery, providing a reliable sample characterization. Results: This study reveals that positive bonding is influenced by age (p=0,010), qualifications (p=0,045), first child (p=0,027), communication with fetus (p=0,005) and be present during labor (p=0,045). Regarding to social support: - Positive bonding and "satisfaction with friends" (p=0,011); - Negative bonding and "intimacies" (p=0,011); - Total bonding and "family satisfaction" (p=0,001). Conclusion: The data undoubtedly show the importance of nurse specialists in maternal health who must involve the father since the beginning of pregnancy. Since social support is key to bonding, it is essential that health professionals support and integrate the father in the adjustement process to parenthood. Keywords: Father, Baby, Labor, Delivery, Bonding, Social Support
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1480
Aparece nas colecções:ESSV - UEMOG - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.