Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1484
Título: Terapia de reminiscências : projecto de investigação
Autor: Marques, Adriana Isabel Sousa
Palavras-chave: Depressão
Idoso
Perturbações mentais
Prática baseada na evidência
Psicoterapia
Rememoração mental
Saúde mental
Aged
Depression
Evidence-based practice
Mental disorders
Mental health
Mental recall
Psychotherapy
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Resumo: Introdução: A Terapia de Reminiscências tem apresentado resultados notáveis enquanto estratégia terapêutica no tratamento de doenças do foro psiquiátrico, nomeadamente na depressão. Não existindo um protocolo na área das reminiscências no sector Feminino do Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Centro Hospitalar Tondela-Viseu, E.P.E., propomos a realização de um projeto. Ao realizarmos um projeto nesta área é nosso objetivo principal implementar a Terapia de Reminiscências, como modalidade de intervenção psicoterapêutica, direcionada para os doentes com patologia mental internados no Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental. Metodologia: O trabalho de projeto, através da pesquisa, análise e resolução de problemas reais do contexto de trabalho, promove uma prática fundamentada e baseada na evidência contribuindo, neste caso particular, para o aumento da qualidade dos cuidados. Para a implementação desta terapia, reunimos os componentes mais importantes da Terapia de Reminiscências, propostos por vários autores, e projetámo-los num único modelo. Ao longo do estudo procedemos à reflexão crítica sobre os estímulos, os modos, os contextos, os moderadores, as funções, os objetivos e os resultados desta psicoterapia. Listam-se aquelas que se consideram ser as principais limitações da Terapia de Reminiscências, nomeadamente a ausência de modelos estruturados de intervenção e delineamento experimental deficitário. Para preencher as lacunas referentes a estratégias intencionais de aplicação e avaliação da terapia, construímos um protocolo que orientará a sua aplicação no mencionado serviço hospitalar adotando o protocolo desenvolvido por Serrano (2005), adaptado por Gonçalves (2006), direcionado ao idoso com sintomatologia depressiva, através da estimulação da memoria autobiográfica. Iremos descrever a implementação do projeto no serviço, indagando, sobre as diferentes etapas: Diagnóstico de situação;Definição dos objetivos;Planeamento;Execução e Avaliação;Divulgação dos resultados. Conclusões: A implementação deste projeto visa a satisfação das necessidades identificadas, resolvendo ou minimizando problemas de saúde, otimizando a eficácia dos serviços prestados, com consequentes ganhos em saúde, através de estratégias como: a promoção da adaptação a transições de vida, da autoestima e da auto-percepção de saúde, do bem-estar e da satisfação de vida, estimulação cognitiva de doentes com demência e diminuição da sintomatologia depressiva. Palavras-chave: terapia de reminiscências, memória autobiográfica, projeto de intervenção. ABSTRACT Introduction:The Reminiscences Therapy has shown remarkable results as therapeutic strategy in the treatment of psychiatric illnesses, including depression. In the absence of a protocol in the area of the sector reminiscences Female Department of Psychiatry and Mental Health Hospital Center Tondela-Viseu, EPE, we propose the realization of a project. When we conduct a project in this area is our main goal to implement the therapy Reminiscences, as a form of psychotherapeutic intervention, targeted to patients with mental illness admitted to the Department of Psychiatry and Mental Health. Methodology: The project, through research, analysis and solving real problems in the workplace, promotes a practice based on evidence-based helping in this particular case, to increase the quality of care. To implement this therapy, we gathered the most important components of therapy Reminiscences, proposed by several authors, and we build them as single model. Throughout the study proceeded to critical reflection about stimuli, methods, contexts, moderators, functions, objectives and results of psychotherapy. We list those that consider the main limitations of therapy Reminiscences, particularly the lack of structured models of intervention and experimental deficit. To fill the gaps regarding intentional strategy implementation and evaluation of therapy, we construct a protocol that will guide their application in the mentioned hospital service by adopting the protocol developed by Serrano (2005), adapted by Gonçalves (2006), directed to the elderly with depressive symptoms through stimulation of memory autobiographical. We will describe the implementation of the project in service, inquiring about the various stages: Diagnosis of situation, Setting Objectives, Planning, Implementation and Evaluation Disclosure of results. Conclusions: The implementation of this project aims to meet the identified needs, resolving or minimizing health problems, optimizing the efficiency of services, with consequent gains in health, through strategies such as: the promotion of adaptation to life transitions, self-esteem and self-perceived health, wellbeing and life satisfaction, cognitive stimulation for patients with dementia and decrease depressive symptoms. Keywords: reminiscence therapy, autobiographical memory, intervention project.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1484
Aparece nas colecções:ESSV - UESMP - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MARQUES Adriana Isabel Sousa, Terapia de Reminiscências.pdf1,34 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.