Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1514
Título: Percepção dos pais das crianças hospitalizadas sobre o poder parental
Autor: Alves, Carla Patrícia Machado
Palavras-chave: Conhecimentos, atitudes e prática em saúde
Criança
Criança hospitalizada
Enfermagem pediátrica
Hospitalização
Mãe
Pai
Pais
Poder (Psicologia)
Child
Child, hospitalized
Empowerment
Fathers
Health knowledge, attitudes, practice
Hospitalization
Mothers
Parents
Pediatric nursing
Power (Psychology)
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Resumo: O internamento de uma criança é um acontecimento muito stressante e acompanhado por muito sofrimento, mas quanto maior capacitação for transmitida aos pais, mais facilmente conseguirão ultrapassar este período difícil e os ganhos não serão só dos pais/criança, mas também da equipa de saúde. Definimos como objectivos analisar de que forma o nível do poder parental dos pais das crianças hospitalizadas os capacitam para prestar cuidados aos seus filhos; verificar se as variáveis sócio-demográficas dos pais e as clínicas da criança, influenciam o poder parental e compreender a perspectiva dos pais sobre o poder parental de modo a dar contributos para a melhoria da prática de cuidados. Desenvolvemos um estudo descritivo-correlacional de cariz quantitativo, com uma amostra de 125 pais de crianças hospitalizadas no serviço de pediatria do Centro Hospitalar Tondela Viseu, EPE. A colheita de dados foi efectuada pela aplicação do questionário da Escala de Empoderamento Familiar. Os resultados encontrados indicam que durante a hospitalização as crianças são acompanhadas maioritariamente pela mãe, o que leva a realçar o papel da mãe na família. Em relação à saúde dos filhos a maioria dos pais considera-a como boa/muito boa. A percepção da maioria dos pais sobre o controlo da doença dos filhos é que controla completamente, a nível das atitudes e comportamentos face à família, referiram ter muitas oportunidades para decidir e cuidar do filho, apresentando maior empoderamento nos comportamentos face aos cuidados. Nas atitudes os pais apresentam maior empoderamento no envolvimento e família; nos conhecimentos têm maior percepção face ao envolvimento nos cuidados e os comportamentos percepcionam maior poder ao nível do envolvimento da família. Face aos resultados encontrados podemos inferir que a prática de enfermagem dos dias de hoje desenvolve a sua prestação na capacitação dos pais, levando a que eles consigam cuidar da melhor forma os seus filhos. Palavras-chave: pais, criança, hospitalização, poder parental.
ABSTRACT The admission of a child is a very stressful and accompanied by much suffering but how much more training to parents is transmitted more easily able to overcome this difficult period and the gains are not the only parent / child, but also the health care team. We define aims to examine how the level of parental parents of hospitalized children enable them to provide care for their children; verify that the socio- demographic variables of parents and children's clinics, parental influence and understand the perspective of parents on parental power to give contributions to improving the practice of care. We develop a descriptive-correlational in nature quantitative, with a sample of 125 parents of children hospitalized at the pediatric service of the Centre Hospitalier Tondela Viseu, EPE. Data collection was carried out by the questionnaire of the Family Empowerment Scale. During hospitalization, children are mostly accompanied by her mother, which leads to emphasize the role of mother in the family. Regarding the health of children, most parents consider it as good / very good. The perception of most parents about the disease control of the children is that completely controls the level of attitudes and behaviors towards the family, said they had many opportunities to choose and care for the child, giving greater empowerment on attitudes towards care. Attitudes parents have greater involvement and family empowerment, knowledge has increased awareness in relation to involvement in the care and behavior perceive more power at the level of family involvement. Given the results we can infer that the nursing practice of today develops their provision in the training of parents, but they get the best care for their children. Keywords: Parents, Child, Hospitalization, Parental.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1514
Aparece nas colecções:ESSV - UECA - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.