Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1525
Título: Bem estar subjetivo em doentes cardíacos: fatores determinantes
Autor: Martins, Cristina Maria Costa Moreira
Palavras-chave: Bem estar subjetivo
Doenças do coração
Estilo de vida
Factores de risco
Psicologia
Psicometria
Qualidade de vida
Satisfação pessoal
Heart diseases
Life style
Personal satisfaction
Psychology
Psychometrics
Quality of life
Risk factors
Subjective well-being
Data de Defesa: 2011
Editora: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Resumo: Enquadramento: O BES é constituído por duas dimensões: uma dimensão cognitiva, e uma afetiva. A dimensão cognitiva é a Satisfação com a Vida. A dimensão afetiva é composta pelos Afetos positivos e pelos Afetos negativos, e o balanço afetivo obtêm-se pela diferença entre os Afetos positivos e negativos. Objetivo: Identificar se as variáveis socio-demográficas influenciam o BES do doente cardíaco internado numa UCIC; analisar se o stress, a ansiedade e a depressão influenciam o BES; aferir se outras patologias associadas, o uso de medicação anti-depressiva e/ou cardíaca, influencia o BES; aquilatar se hábitos de saúde influenciam o BES. Metodologia: Estudo quantitativo, transversal, descritivo – correlacional. Realizado em 90 doentes internados em unidades de cuidados intensivos coronárias, sendo 64,4% do sexo masculino e 35,6% do sexo feminino. A recolha de informação inclui um questionário composto pelo questionário de bem-estar – PANAS, (Watson, Clark & Tellegen, 1988), escalas de ansiedade, depressão e stress – EADS, (Lovibond, P., & Lovibond, S, 1995), dados pessoais e alguns estilos de vida adotados, pertinentes para o estudo. Resultados: Verificaram-se significâncias estatísticas para os AP: nos indivíduos com idades ≤48 anos e os indivíduos entre 62-70 (p=0,018) e os indivíduos de 71-78 anos(p=0,009); entre os indivíduos com limitação física para atividades quotidianas e os que possuem acentuada limitação física(p=0,038). Conclusão: Confirma-se parcialmente a hipótese relativamente aos AP e balanço afetivo relativamente à idade; AP e limitação física. Confirma-se totalmente relativamente ao rendimento auferido. PALAVRAS CHAVE Bem-estar subjetivo, afetos positivos, afetos negativos, balanço afetivo, doença cardiovascular.ABSTRACT Background: The subjective well-being consists essentially of two dimensions: a cognitive dimension and an affective dimension. The cognitive dimension can be termed as satisfaction with life. The affective dimension is composed of the positive affect and negative affect, and emotional balance of the individual are obtained by the differences between positive and negative affect. Goal: In order to identify if the socio-demographic variables influence the SWB in a hospitalized patient's heart UCIC, to analyze how the stress, the anxiety and the depression can influence the SWB; to assess whether other disorders, the use of antidepressant medication and / or cardiac influences the SWB; to assess how health habits influence the SWB. Methodology: Quantitative analysis, cross-sectional, descriptive - correlational. Performed in 90 patients admitted to coronary care units, being 64.4% male and 35.6% female. The collection of information includes a survey questionnaire composed of well-being - PANAS (Watson, Clark & Tellegen, 1988), scales of anxiety, depression and stress - SADS (Lovibond, P., & Lovibond, S, 1995) , and some personal lifestyles that were relevant to the study. Results: We found statistical significance for the PA, in individuals aged ≤ 48 years old and individuals 62-70 years old (p= 00,018) and individuals of 71-78 years old (p=0.009), among individuals with physical limitations for daily activities and those with severe physical limitations (p = 0.038). Conclusion: This confirms the hypothesis in part on the PA and emotional balance in relation to age, physical limitation and PA. It is confirmed for the full earned income. KEYWORDS: Subjective well-being, positive affect, negative affect, emotional balance, cardiovascular disease.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1525
Aparece nas colecções:ESSV - UEMC - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MARTINS, Cristina Maria Costa Moreira,Bem estar subjetivo em doentes cardíacos.pdf2,69 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.