Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1543
Título: Comportamentos de adesão ao rastreio do cancro do colo do útero
Autor: Areias, Paula Alexandra Pombo Pereira
Palavras-chave: Comportamento na saúde
Cooperação do doente
Epidemiologia
Factores de risco
Neoplasias do colo do útero
Prevenção primária
Programas de rastreio
Epidemiology
Health behavior
Mass screening
Patient compliance
Primary prevention
Risk factors
Uterine cervical neoplasms
Data de Defesa: 2011
Editora: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Resumo: Enquadramento: O cancro do colo do útero é o segundo tipo de cancro mais frequente na mulher, a adesão ao rastreio possibilita a identificação do problema numa fase precoce. Objectivos: O nosso estudo tem como objectivo analisar em que medida as características sóciodemográficas e profissionais, os conhecimentos em relação ao cancro do colo do útero e rastreio, as crenças de saúde afectam a adesão ao rastreio. Métodos: Realizamos um estudo de natureza quantitativa, não experimental, explicativo, descritivo, correlacional, transversal, retrospectivo. O estudo foi realizado através da aplicação de um questionário, onde exploramos os dados sóciodemográficos, os conhecimentos acerca do cancro do colo do útero e do rastreio e as crenças de saúde. O questionário foi aplicado a 306 mulheres inscritas no ACES Dão Lafões I, com idades compreendidas entre os 24 e os 64 anos, que se encontravam nas salas de espera dos vários serviços. Resultados: Quando analisada a adesão ao rastreio do cancro do colo do útero, verificou-se que a maioria das mulheres faz o rastreio. As mulheres que apresentam maior adesão ao rastreio do cancro do colo do útero, são as que se encontram casadas ou a viver em união de facto, o estado civil influencia a adesão ao rastreio do cancro do colo do útero. O tipo de conhecimentos face ao cancro do colo do útero do colo do útero não afecta a adesão ao rastreio. Relativamente ás Crenças de Saúde (nota Global), apuramos que estas influenciam a adesão ao rastreio do cancro do colo do útero. Conclusão: A atitude da mulher face á realização do rastreio do cancro do colo do útero é determinante para a redução deste cancro, visto que, o padrão epidemiológico da doença, se caracteriza por um período longo entre a detecção das primeiras lesões e a instalação da doença. Palavras-chave: Adesão, , rastreio, cancro do colo do útero.
ABSTRACT. Background: Cancer of the cervix is the second most common cancer in women, adherence to screening allows the identification of the problem at an early stage. Objectives: Our study aims to examine the extent to which sociodemographic and professional characteristics, knowledge about cancer and cervical screening, health beliefs affect adherence to screening. Methods: We conducted a quantitative, non-experimental, explanatory, descriptive, correlational, cross-sectional, retrospective. The study was conducted by applying a questionnaire, which explored the socio-demographic data, knowledge about cervical cancer and screening and health beliefs. The questionnaire was administered to 306 women enrolled in ACES Dão Lafões I, who aged between 24 and 64, who were in the waiting rooms of various services. Results: When analyzed adherence to screening for cancer of the cervix, it was found that most women do the screening. Women who have greater adherence to screening for cancer of the cervix, are those that are married or living in de facto unions, marital status influence adherence to screening for cancer of the cervix. The type of knowledge in relation to cervical cancer of the cervix does not affect adherence to screening for cancer of the cervix. Given health beliefs (note Global), we found that they influence adherence to screening for cervical cancer. Conclusion: The woman's attitude to the performance of screening for cervical cancer is crucial to reduce this cancer, since the epidemiological pattern of disease, is characterized by a long period between the detection of the first injury and the onset of the disease . Keywords: Adherence, screening, cancer of the cervix.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1543
Aparece nas colecções:ESSV - UEMOG - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
AREIAS Paula Alexandra Pombo Pereira, Comportamentos adesão rastreio cancro colo útero.pdfDocumento principal5,55 MBAdobe PDFVer/Abrir
AREIAS Paula Alexandra Pombo Pereira, Questionario RCCU Definitivo.pdfQuestionário339,68 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.