Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1628
Título: Auto-regulação e consumo de álcool em adolescentes do distrito de Viseu
Autor: Valente, Gonçalo André Almeida
Cabral, Lídia Rosário, orient.
Duarte, João Carvalho, co-orient.
Palavras-chave: Adolescente
Auto-conceito
Consumo de bebidas alcoólicas
Controle social informal
Portugal
Viseu
Adolescent
Alcohol drinking
Self concept
Social control, informal
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Resumo: Enquadramento: A adolescência caracteriza-se por ser uma etapa do ciclo vital onde o desejo de experimentação e de exploração de novas sensações conduz muitos adolescentes à iniciação no consumo de álcool, com consequências nefastas para a saúde do jovem. O comportamento auto-regulado em saúde compreende o controlo das necessidades mais imediatas (controlo de impulsos) e a mobilização de pensamentos, sentimentos e comportamentos para objectivos de saúde a longo prazo. Objectivos: Analisar a relação entre as variáveis sociodemográficas, de contexto escolar, estilos de vida, envolvimento e expectativas face ao álcool e variáveis psicológicas (autoestima e autoconceito) com as competências de auto-regulação em adolescentes do ensino secundário do distrito de Viseu. Métodos: Recorreu-se a um modelo de investigação quantitativo, transversal, analítico, descritiva e correlacional. Participaram 971 estudantes do ensino secundário público e cooperativo. O protocolo de avaliação inclui o questionário sociodemográfico, a Escala de Envolvimento com o Álcool para Adolescentes de Mayer & Filstead (1979) adaptada por Fonte & Alves (1999), o Questionário Reduzido de Auto-regulação (Carey, Neal & Collins, 2004 adaptado por Castillo & Dias, 2009), o Questionário de Expectativas face ao Álcool para Adolescentes (Pilatti, Godoy & Brussino, 2010), a Escala de Auto-Estima de Rosenberg (Romano, Negreiro & Martins, 2007), o Inventário Clínico do Autoconceito (Vaz Serra, 1984) e dados sociodemográficos, escolares e estilos de vida. Resultados: Os estudantes com idades compreendidas entre os 14 – 21 anos, na sua maioria rapazes (50,80%), com idade igual ou inferior a 16 anos (43,40%), residentes em meio rural (66,40%), em coabitação com os pais (77,30%) e inseridos em agregados familiares com um rendimento médio mensal médio alto ou alto (56,70%). Revelaram-se bebedores habituais sem problemas (75,30%), com elevadas expectativas face ao álcool (45,10%), boa auto-estima (47,40%) e com um bom autoconceito (45,30%). A autoregulação (total) foi influenciada pelo envolvimento com o álcool, expectativas face ao álcool, auto-estima negativa e duas das dimensões do autoconceito (maturidade psicológica e impulsividade/actividade). Conclusão: O desenvolvimento de competências de auto-regulação revela-se um investimento em saúde uma vez que, o adolescente com um comportamento auto-regulado assume estilos de vida mais saudáveis, revelando um menor envolvimento com o álcool. Palavras-chave: Adolescência, Álcool, Auto-regulação, Expectativas face ao Álcool, Autoestima e Autoconceito.
ABSTRACT Background: Adolescence is characterized by being a phase in the life cycle where the desire for experimentation and exploration of new sensations leads many teens to initiation of alcohol consumption, with adverse consequences for the health of the young. The behavior of self-regulated health includes control of most immediate needs (impulse control) and the mobilization of thoughts, feelings and behaviors for purposes of long-term health. Objectives: analyze the relation between sociodemographic variables, of school context, lifestyles, involvement and expectations towards alcohol and psychological variables (selfesteem and self-concept) with the powers of self-regulation in adolescents of secondary school in the district of Viseu. Methods: He turned to a quantitative research model, transversal, analytic, descriptive and correlational. 971 public and cooperative high school students participated. The evaluation protocol includes a sociodemographic questionnaire, the Alcohol Involvement Scale for Adolescents by Filstead & Mayer (1979) adapted by Fonte & Alves (1999), the Questionnaire of Reduced Self-regulation (Carey, Neal & Collins, 2004) adapted by Castillo & Dias (2009), the Questionnaire of Expectations in relation to Alcohol for Teens (Pilatti, Brussino & Godoy, 2010), Self-Esteem Scale of Rosenberg (Romano, Negreiro & Martins, 2007), Clinical Inventory of Self-concept (Vaz Serra, 1984), demographic data, school and lifestyles. Results: The students with ages between 14-21 years, mostly boys (50.80%), aged less than 16 years (43.40%), residents in rural areas (66.40%), cohabiting with parents (77, 30%) and placed in households with an average monthly income medium-high or high (56.70%). Proved to be habitual drinkers without problems (75.30%), with high expectations towards alcohol (45.10%), good self-esteem (47.40%) and with a good self-concept (45.30%). Selfregulation (total) was influenced by involvement with alcohol, expectations regarding alcohol, self-esteem and negative self-concept in two dimensions (psychological maturity and impulsivity/activity). Conclusion: The development of skills of self-regulation proves to be an investment in health since the teenager with a self-regulated behavior assumes healthier lifestyles, revealing a lower involvement with alcohol. Keywords: Adolescents, Alcohol, Self-regulation, Alcohol Expectations, Self-esteem and Self-concept.
Descrição: Curso de mestrado em educação para a saúde
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1628
Aparece nas colecções:ESSV - UESMP - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
VALENTE Gonçalo Andre Almeida, Auto-regulação e consumo de álcool em adolescentes do distrito de Viseu.pdfDocumento principal4,82 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.