Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1644
Título: Visita domiciliária no pós parto
Autor: Almeida, Estela Alves Gonçalinho
Nelas, Paula Alexandra Andrade Batista, orient.
Duarte, João Carvalho, co-orient.
Palavras-chave: Adaptação psicológica
Apoio social
Enfermagem materno-infantil
Enfermagem obstétrica
Puerpério
Serviços de cuidados domiciliários
Adaptation, psychological
Home care services
Maternal-child nursing
Obstetrical nursing
Postpartum period
Social support
Data de Defesa: 2011
Editora: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Resumo: pertinência desta temática é justificada pela importância da saúde da família e do apoio à maternidade, pois “os objetivos dos cuidados de saúde para famílias em gestação são uma gravidez saudável, um recém-nascido saudável e pais preparados e confiantes nos seus novos papéis” (RICE, 2004 p.412). Este estudo tem como objetivos avaliar a visita domiciliária efetuada às puérperas e determinar a existência de relação entre a avaliação da visita domiciliária e algumas variáveis. Participaram no estudo 175 puérperas, inscritas na UCSP de Resende, de Lamego e de Santa Marinha do Zêzere e na USF Douro Vita. O estudo realizado é quantitativo, descritivo, correlacional e transversal. O instrumento de colheita de dados inclui a escala de avaliação da visita domiciliária no pós-parto (Almeida, Duarte e Nelas, 2011) que foi construída e validada neste estudo. Os resultados obtidos da validação da escala revelam-nos 4 fatores que foram denominados: 1- Ensino; 2 – Importância; 3 – Empatia e relação; 4 – Informação. Relativamente à avaliação da visita domiciliária no pós-parto, 45,70% das puérperas considera-a insuficiente. Verificou-se ainda que as variáveis idade, escolaridade, número de gestações anteriores, funcionalidade familiar, suporte social, ansiedade e a depressão pósparto, influenciam a avaliação da visita domiciliária no pós-parto. Assim, as puérperas mais velhas, que possuem o ensino secundário, que tiveram três gestações anteriores, com famílias altamente funcionais, com suporte social alto, mais ansiosas e com suspeita de depressão são as que atribuem melhor avaliação à visita domiciliária no pós-parto. Palavras-chave: Puerpério, Visita Domiciliária, Avaliação.
ABSTRACT In this research work, we studied the “postpartum home visit”. The relevance of this topic is justified by the importance of family health and the support given to motherhood, as “the goals of health care in families with pregnant women are directly related to a healthy pregnancy, a healthy newborn and confident and prepared parents towards their new roles” (RICE, 2004 p.412). This study aims to evaluate the home visits made to recent mothers and to determine the existence of a relationship between the home visit’s assessment and some other variables The study was developed with 175 mothers who belong to the UCSP from Resende, Lamego and Santa Marinha do Zêzere and also from the USF Douro Vita. This is a quantitative, descriptive, correlational and transversal study. The data research instrument is based on the evaluation scale of the postpartum home visits (Almeida, Duarte e Nelas, 2011) which was built and validated in this study. The obtained results from the scale’s validation reveal us four factors that were named: 1 - Education 2 - Importance, 3 - Empathy and relation; 4 - Information. In what concerns to the postpartum home visits’ assessment, 45.70% of the women considered it insufficient. It was also found that age, schooling, the number of previous pregnancies, family functioning, social support, anxiety and postpartum depression, influenced the postpartum home visits’ assessment. Thus, older mothers who have secondary education, with three previous pregnancies, with a high level of family functioning and social support, the most anxious and who may have a suspicious of a depression are the ones that give the best assessment to home visits after delivery. Key words: Puerperium, Home visits, Evaluation.
Descrição: Curso de mestrado em enfermagem de saúde materna obstetrícia e ginecologia
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1644
Aparece nas colecções:ESSV - UEMOG - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.