Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1649
Título: O delirium no doente de cuidados intensivos
Autor: Mendonça, Maria Regina Almeida
Ribeiro, Olivério Paiva, orient.
Palavras-chave: Delírio
Doença aguda
Factores de risco
Unidades de cuidados intensivos
Acute disease
Delirium
Intensive care units
Risk factors
Data de Defesa: 2011
Editora: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Resumo: Introdução: O delirium é uma síndrome neuro-comportamental, oficialmente definido como um distúrbio da consciência, atenção, cognição e percepção, caracterizado por inicio agudo e flutuante. Afecta mais de 80% dos doentes internados em UCI, acarretando maior morbilidade e mortalidade. A idade avançada, medicamentos anticolinérgicos e doenças associadas são os maiores factores de risco. O tratamento compreende a minimização ou eliminação dos factores predisponentes e desencadeantes. Objectivos: Estimar a prevalência do delirium nos doentes internados na UCI do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Vila Real e avaliar as possíveis associações com os factores sócio-demográficos e clínicos. Método: Foi realizado um estudo transversal do tipo descritivo correlacional. A avaliação dos doentes foi efectuada no inicio de cada turno, durante os primeiros 10 dias de internamento. Para se fazer o diagnóstico de delirium associou-se a monitorização da sedação e do delirium, através da escala de RASS, e escala CAM-ICU. Resultados: A amostra é composta de 40 indivíduos, 62,5% do sexo masculino e 37,5% do sexo feminino, apresentando idade mínima de 17 anos e máxima de 83 anos, correspondendo-lhes uma média de idade de 58,5 anos. A maioria dos doentes é casado (62,5%), e residem em Meio Rural (70,0%), 60,0% têm o ensino primário e 27,5% está empregado; mas a grande maioria são reformados, (52,5%). Conclusões: Verifica-se prevalência do delirium em 55,0% dos doentes de UCI com predomínio na manhã do terceiro dia de internamento. Observou-se significância estatística para a influência do diagnóstico e dos antipsicóticos. Palavras-chave: Delirium, prevalência, UCI.
ABSTRACT Introduction: Delirium is a neurobehavioral syndrome, officially defined as a disturbance of consciousness, attention, cognition and perception, characterized by an acute and fluctuating start. It affects more than 80% of patients admitted to ICU, resulting in greater morbidity and mortality. Advanced age, anticholinergic drugs and associated diseases are major risk factors. Treatment includes reduction or elimination of predisposing factors and triggers. Objectives: To estimate the prevalence of delirium in patients admitted to the ICU of the Hospital Center of Tras-os-Montes and Alto Douro, in Vila Real and evaluate possible associations with socio-demographic and clinical factors. Method: A cross-sectional descriptive and correlational study was conducted. Evaluation of patients was made at the beginning of each shift during the first 10 days of admission. To make the diagnosis of delirium, monitoring of sedation and delirium was associated, using RASS and CAM-ICU scales. Results: The sample is composed of 40 individuals, 62.5% male and 37.5% female, has a minimum age of 17 years and a maximum of 83 years, matching them with a mean age of 58.5 years. Most patients are married (62.5%), and reside in rural areas (70.0%), 60.0% have primary education and 27.5% are employed, but most are retired (52 5%). Conclusion: There is prevalence of delirium in 55.0% of ICU patients with predominance on the morning of the third day of admission. There was statistical significance for the influence of diagnosis and the antipsychotics. Keywords: Delirium, prevalence, ICU.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1649
Aparece nas colecções:ESSV - UEMC - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.