Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1677
Título: Consumo de bebidas alcoólicas em crianças do 1º ciclo e seus fatores influenciadores
Autor: Gomes, Teresa Maria Correia
Cabral, Lídia Rosário, orient.
Duarte, João Carvalho, co-orient.
Palavras-chave: Adolescente
Causalidade
Consumo de bebidas alcoólicas
Criança
Ensino básico
Estilo de vida
Adolescent
Alcohol drinking
Causality
Child
Life style
Primary education
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Resumo: O álcool é uma substância psicotrópica lícita que está enraizada na nossa cultura, presente e disponível em variados locais e alguns rituais, possui uma grande aceitação social. A precocidade do início do consumo e, o consumo excessivo tornou-se um problema que afeta toda a população. Assim como em outros países do mundo, o alcoolismo e os problemas ligados ao álcool são um grave problema de saúde pública em Portugal. O presente estudo descritivo/correlacional, tem como objetivos verificar se as crianças consomem bebidas alcoólicas, quais os tipos de bebidas alcoólicas, com que frequência o fazem e, quais são os fatores que influenciam este consumo. Utilizou-se para a recolha de dados um questionário aplicado a uma amostra de alunos que frequentam o 2º, 3º e 4º anos do 1º Ciclo do Ensino Básico, Agrupamento de Escolas de Sátão, ano letivo 2011/2012. Resultados: a idade de início de consumo é, em média, 6 anos; o padrão de consumo de álcool difere quanto ao género, sendo os rapazes os que apresentam o padrão mais elevado: consumo diário/semanal. As raparigas têm maior percentagem de não consumidores, consumidores mensais e ocasionais. O local de início do consumo dá-se em casa seguido do café. Habitualmente 92,5% dos rapazes e 87,5% das raparigas consomem bebidas alcoólicas com familiares. Cerca de 70% dos pais e cerca de 30% das mães consomem bebidas alcoólicas. É significativo o valor percentual obtido de irmãos e avós que consomem bebidas alcoólicas. A distribuição do consumo de bebidas alcoólicas pelas crianças com consumo de bebidas alcoólicas pelos pais demonstra-se estatisticamente significativa. O consumo de bebidas alcoólicas tanto pela mãe como pelo pai influencia o consumo de bebidas alcoólicas das crianças comparativamente às crianças que não consomem. Não se observou relação estatisticamente significativa entre as restantes variáveis independentes e o consumo de bebidas alcoólicas pelos alunos da amostra em estudo. Palavras-chave: Criança, Bebidas alcoólicas, Saúde Escolar, Promoção da Saúde.
ABSTRACT Alcohol is a licit psychotropic substance that is rooted in our culture, present and available in many places and some rituals, has a great social acceptance. Early onset of consumption and excessive drinking became a problem that affects the entire population. As in other countries, alcoholism and alcohol-related problems are a serious public health problem in Portugal. This descriptive / correlational sutdy, aims to determine if children drink alcohol, what types of alcoholic beverages, how often do and what are the factors that influence this consumption. Was used for data collection a questionnaire administered to a sample of students attending the 2nd, 3rd and 4th years of the 1st cycle of Basic Education Cluster Schools Sátão, academic year 2011/2012. Results: The age of onset of consumption is on average six years, the pattern of alcohol consumption differs by gender, with boys who have the highest standard: daily / weekly. The girls have a higher percentage of non-consumers and occasional consumers monthly. The start site of consumption occurs at home followed by coffee. Usually 92.5% of boys and 87.5% of girls drink alcohol with family members. About 70% of fathers and 30% of mothers consume alcohol. A significant percentage value obtained from siblings and grandparents who consume alcoholic beverages. The distribution of alcohol consumption by children with alcohol consumption by parents demonstrates statistically significant. The consumption of alcoholic beverages by both the mother and the father influences the consumption of alcoholic beverages of children compared to children who do not consume. There was no statistically significant relationship between the remaining independent variables and alcohol consumption by students in the sample under study. Key words: Child, Alcoholic Beverages; School Health, Health Promotion.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1677
Aparece nas colecções:ESSV - UESMP - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
GOMES, 2012 - O Consumo de bebidas alcoólicas em crianças do 1 ciclo e seus fatores influenciadores.pdfDocumento principal1,45 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.