Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1691
Título: Satisfação com a informação nos utentes com cardiopatia isquémica
Autor: Duarte, Ana Rita Castanheira
Dias, António Madureira, orient.
Palavras-chave: Comportamento de ajuda
Comunicação
Doença coronária
Isquémia do miocárdio
Relação profissional-doente
Satisfação do doente
Communication
Coronary disease
Health behavior
Myocardial ischemia
Patient satisfaction
Professional-patient relations
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Resumo: Enquadramento: A capacidade do profissional de saúde de estabelecer uma relação empática com o utente deve pautar-se por uma adaptação à condição dele. Compreende esta relação a transmissão de informações, que permitam fornecer ao doente com cardiopatia isquémica bases necessárias para o tratamento, sobretudo no que se refere à medicação. Objetivos: Relacionar as variáveis sociodemográficas com a satisfação do doente com cardiopatia isquémica sobre a informação acerca da medicação; relacionar a funcionalidade familiar, a adesão terapêutica, a informação, as capacidades comunicacionais, as atitudes e relação com o doente e o profissional de saúde com a satisfação do doente com cardiopatia isquémica face à informação acerca da medicação; determinar o nível de satisfação com a informação. Métodos: Optou-se por um estudo não experimental, de natureza quantitativa, do tipo descritivo-correlacional e explicativo. Para avaliar as variáveis em estudo, o instrumento de colheita de dados contém um questionário, constituído por questões relativas às variáveis sociodemográficas, sociofamiliares e clínicas, contendo ainda duas escalas (SIMS Global e Escala de Medida de Adesão ao Tratamento). A amostra é constituída por 140 doentes com doença coronária isquémica, maioritariamente do sexo masculino, segundo um tipo de amostragem não probabilística acidental. Os participantes foram escolhidos em conformidade com a sua presença na Consulta Externa de Cardiologia do Centro Hospitalar Tondela-Viseu. Resultados: O estado civil, a situação laboral, a escolaridade e o rendimento foram as vaiáveis sociodemográficas a interferir na satisfação com a informação acerca da medicação. Concluiu-se que quanto maiores são os índices nas variáveis independentes (a idade, a funcionalidade familiar, a adesão terapêutica a informação, as capacidades comunicacionais, as atitudes e relação com o doente e o profissional de saúde), mais baixa é a satisfação com a informação acerca da medicação. Constatou-se que a primeira variável e única variável a entrar no modelo de regressão é a informação por se apresentar com o maior coeficiente de correlação em valor absoluto, deduzindo-se que quanto maior é a informação, mais saudável é a satisfação com a informação acerca da medicação. Conclusão: Este estudo revelou que ainda há doentes que não se sentem satisfeitos face às informações que lhes são dadas sobre a medicação, por parte dos profissionais de saúde. Palavras-chave: Cardiopatia isquémica; relação de ajuda; satisfação; informação; medicação.
ABSTRACT Framework: The ability of health professionals to establish an empathetic relationship with the patients hould be guided by an adjustment to his condition. This ratio comprises the transmission of information that can provide the patient with ischemic heart disease foundation for the treatment, particularly with regard to the medication. Objectives: Sociodemographic variables relate to the satisfaction of patients with ischemic heart disease on the information about the medication; relate to family functioning, adherence to, information, communication skills, attitudes and relationship with the patient and health professional satisfaction with the patient with ischemic heart disease compared to information about the medication, to determine the level of satisfaction with information. Methods: We opted for a non-experimental, quantitative, descriptive-correlational and explanatory. To assess the study variables, the data collection instrument contains a questionnaire consisting of questions related to sociodemographic, clinical and socialfamilial, and contains two scales (SIMS and Global Scale for Measuring Adherence to Treatment).The sample consisted of 140 patients with ischemic heart disease, mostly male, asecond type of non probability sampling accidental. Participants were chosen according to their presence in the Outpatient Cardiology Hospital Center Tondela- Viseu. Results: The marital status, employment status, education and income were sociodemographic vaiáveis to interfere with the satisfaction with information about the medication. It was concluded that the greater rates in the independent variables (age, family functioning, adherence to information, communication skills, attitudes and relationship with the patient and health professional), the lower the satisfaction with information about the medication. It was found that the first variable and only variable entering the regression model is the information on to perform with the highest correlation coefficient in absolute value, deducing that the greater the information, the healthier is the satisfaction with information on the medication. Conclusion: This study revealed that there are still patients who do not feel satisfied with the information they are given on the medication by health professionals. Keywords: Ischaemic heart disease; helping relationship; satisfaction; information; medication.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1691
Aparece nas colecções:ESSV - UEMC - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DUARTE Ana Rita Castanheira - DM SatisfaçãoInformaçãoUtentesCardiopatiaIsquemica.pdfDocumento principal567,64 kBAdobe PDFVer/Abrir
DUARTE Ana Rita Castanheira - InstrumentoColheitaDados.pdfinstrumento colheita dados130,49 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.