Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1735
Título: Factores associados com o baixo peso ao nascer
Autor: Araújo, Lúcia Margarida Correia Reis Sousa
Coutinho, Emília Carvalho, orient.
Duarte, João Carvalho, co-orient.
Palavras-chave: Complicações da gravidez
Estado nutricional
Estilo de vida
Factores de risco
Factores socioeconómicos
Idade materna
Peso ao nascer
Recém nascido de baixo peso
Birth weight
Infant, low birth weight
Life style
Maternal age
Nutritional status
Pregnancy complications
Risk factors
Socioeconomic factors
Data de Defesa: 2013
Editora: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu
Resumo: Enquadramento: O baixo peso ao nascer é um fator de risco para a morbi-mortalidade neonatal, e um indicador geral do nível de saúde de uma população. Associa-se a baixos níveis de desenvolvimento socioeconómico, características maternas e de assistência materno-infantil. Objectivos: Analisar a influência das variáveis sociodemográficas, obstétricas e de assistência pré-natal ao baixo peso ao nascer. Métodos: Estudo transversal, descritivo correlacional e prospetivo. A amostra é não probabilística intencional, constituída por 1846 puérperas, em que 161 apresentam recémnascidos de baixo peso ao nascer. Foi utilizado um questionário aplicado entre Março de 2010 e Maio de 2012, em 26 instituições de saúde públicas portuguesas. Resultados: O baixo peso ao nascer, teve associado: idade gestacional ≥41semanas (p=0,000), sem risco obstétrico(p=0,001), sem risco obstétrico/gravidez não planeada (p=0,036), risco obstétrico/idade materna de risco(p=0,007), risco obstétrico/primeira consulta tardia (p=0,036), sem risco sociodemográfico/Idade gestacional de termo(p=0,000), Risco sociodemográfico/Idade gestacional de termo(p=0,007), risco na assistência prénatal/ idade materna de risco(p=0,020), sem risco na assistência pré-natal/idade gestacional de termo (p=0,000), idade materna de risco/número gestações de risco(p=0,021); baixa escolaridade/rendimentos ≤1000€ (p=0,036), baixa escolaridade/desemprego (p=0,044), número filhos de risco/idade gestacional de termo (p=0,000), patologias na gravidez/idade gestacional de termo (p=0,000), patologias prévias/idade gestacional de termo(p=0,000), e com erro de 10% à baixa escolaridade (p=0,074), não planeamento da gravidez (p=0,089), primeira consulta ˃12semanas (p=0,067), baixa escolaridade/intervalo interparto de risco (p=0,079), baixa escolaridade/sem companheiro(p=0,068). Conclusão: A determinação dos fatores que favorecem o aparecimento do baixo peso ao nascer é fundamental para o planeamento e desenvolvimento de ações no âmbito da saúde materno-infantil. Palavras-chave: Baixo Peso ao Nascer; Recém-nascido; Fatores de Risco; Fatores Socioeconómicos; Assistência pré-natal; Gravidez.
ABSTRACT Framework: The low birthweight is a risk factor for neonatal morbidity and mortality and a general indicator of health status of a population. It can be associated to low levels of socioeconomic development, prenatal care and maternal charateristics. Objectives: Analyze the influence of sociodemographic, obstetric and prenatal care variables to low birthweight. Methods: This is a wide-ranging, descriptive-correlacional and forward-looking study. It was used a non-probable intentional sample, constituted by 1846 post-partum women, where only 161 had newborns with low birthweight. It was used a questionnaire, applied between March 2010 and May 2012, in 26 Portuguese institutions of public health. Results: The low birthweight was associated: ≥ 41 weeks (p=0,000), without obstetric risk (p=0,001), without obstetric risk/unplanned pregnancy (p=0,036), obstetric risk/maternal age risk (p=0,007), obstetric risk/late beginning of pregnancy vigilance (p=0,036), without sociodemographic risk/gestacional age without risk (p=0,000), sociodemographic risk/gestacional age without risk (p=0,007), risk on prenatal care/maternal age risk(p=0,020), prenatal care without risk/gestacional age without risk (p=0,000), maternal age risk/risk number of pregnancies (p=0,021), low education/income ≤1000€ (p=0,036), low education/unemployment (p=0,044), risk number of children/gestational age without risk (p=0,000), pregnancy diseases /gestational age without risk (p=0,000), previous diseases/gestational age without risk (p=0,000), and with a margin error of 10%, low education (p=0,074), unplanned pregnancy (p=0,089), late beginning of pregnancy vigilance (p=0,067), low education/interpregnancy interval risk (p=00,079), low education/single(p=0,068). Conclusion: The determination of the factors that contribute to the appearance of low bitrhweight is essential for the planning, implementation and development of actions related to maternal and children health. Key-words: Low Birth Weight, Newborn, Risk Factors, Socioeconomic Factors; Prenatal care, Pregnancy.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1735
Aparece nas colecções:ESSV - UEMOG - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ARAUJO Lucia Margarida Correia Reis Sousa - Dissertação mestrado.pdfDocumento principal7,68 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.