Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1741
Título: Práticas dos enfermeiros na promoção do aleitamento materno
Autor: Martins, Alice Rosário Alves
Silva, Ernestina Maria Veríssimo Batoca, orient.
Palavras-chave: Aleitamento materno
Enfermagem materno-infantil
Papel do enfermeiro
Promoção da saúde
Breast feeding
Health promotion
Maternal-child nursing
Nurse's role
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu
Resumo: O aleitamento materno é uma prática que se reveste da mais alta importância, tendo repercussões na saúde da criança, da mãe, necessariamente da sociedade, para além de um evidente impacto ambiental e económico. São múltiplos os factores que condicionam a sua implementação, entre eles, as práticas dos enfermeiros na promoção, protecção e apoio à mulher, desde o início da gestação. O presente estudo, objectivou identificar as práticas dos enfermeiros em relação à promoção do aleitamento materno, contribuindo para o aumento de evidências científicas nesta matéria e também para rever as práticas, procurando novas e mais eficazes formas de as implementar. Realizou-se uma investigação não experimental, de análise quantitativa e corte transversal, do tipo descritivo, numa amostra não probabilística por conveniência de 76 enfermeiros a exercer funções nos serviços de: Pediatria, UCIN, Obstetrícia e Urgência Pediátrica do CHBV em Aveiro Utilizou-se um questionário com a caracterização da amostra bem como a identificação de variáveis que influenciam as práticas da promoção do aleitamento materno em quatro dimensões: incentivo, promoção, protecção-apoio e confiança-comunicação da mãe com o enfermeiro. Os resultados obtidos mostram que a idade mais representativa se situa entre os 20- 30 anos (39,5%), com tempo de serviço total entre 0-10 anos (53,3%) a maioria com a Licenciatura como formação académica (56,6%), têm formação como conselheiros do aleitamento materno (40,7%), como promotores (35,5%) e apresentam boas práticas (14,5%). Existem evidências estatísticas que comprovam que a idade (≥ 51anos) e o tempo de serviço (≥21anos) influenciam a dimensão protecção\apoio (p <0,05), os enfermeiros com (0-10anos) investem mais na dimensão promoção do aleitamento materno (p=0,047), o local de trabalho influencia esta prática (p=0,041), sendo os enfermeiros da Pediatria\ UCIN com médias superiores em todas as dimensões. A formação como conselheiro tem influência significativa na dimensão “Incentivo ao aleitamento materno” (p <0,05), a maior parte da amostra está muito motivada (92,1%) verificando-se que a motivação influência as práticas nas dimensões “promoção do aleitamento materno” e” protecção\apoio da amamentação” (p <0,05). Os resultados apontam para a possibilidade de melhorar as práticas, após implementação de programas de formação continua, reflexão em equipa e implementação de estratégias de uniformização para um desempenho excelente. Palavras-chave: Aleitamento materno; práticas dos enfermeiros; promoção do aleitamento materno.
ABSTRACT Breastfeeding is a practice of the highest importance, with repercussions on the health of the child, of the mother, necessarily of the society and thus with an obvious environmental and economic impact. There are multiple factors that influence its implementation, including the practices of nurses including the promotion, protection and support to women from the beginning of pregnancy. The main goals of this study are to identify the practices of nurses regarding breastfeeding promotion, contributing to the increase of scientific evidence in this area and also to review the practices, aiming to find new and more effective ways to implement them. A non-experimental research based on quantitative and descriptive analyses was preformed; using a non-probabilistic sample of convenience of 76 nurses was used. They are working in Aveiro in: Pediatric, NICU, Emergency Obstetric and Pediatric CHBV. A questionnaire with a sample characterization and the identification of variables that influence the practices of breastfeeding promotion, was used considering four dimensions: encouragement, promotion, protection, support and trust-communication between mother and nurse. The results show that the most representative age is between 20-30 years (39.5%), with total service time between 0-10 years (53.3%). The majority of the professionals are graduated (56.6%) and trained as breastfeeding counselors (40.7%), as promoters (35.5%) and present good practices (14.5%). There is statistical evidence that attest that age (≥ 51anos) and service time (≥ 21 years) influence the degree of protection\support (p <0.05). The nurses (with 0-10years) invest more on the promotion of breastfeeding (p = 0.047). The workplace influences this practice (p = 0.041), having the nurses of Pediatrics\NICU higher averages in all the skills. The training as a counselor has significant influence on the dimension “Promotion of breastfeeding” (p <0.05). Most of the nurses are very motivated (92.1%). We verified that the motivation influence practices in dimensions “promotion breastfeeding” and “protection\support breastfeeding” (p <0.05). The results point to the possibility of improving practices after implementation of continuous training programs, analyzing the performances on team and implementing strategies for uniformization of excellent performances. Keywords: Breastfeeding; practical nurses, breastfeeding promotion.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1741
Aparece nas colecções:ESSV - UECA - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MARTINS Alice Rosário Alves - Dissertação mestrado.pdfDocumento principal2,98 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.