Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1744
Título: A relação de ajuda : percepção da criança dos 6-10 anos
Autor: Gil, Alexandra João Rodrigues Marques
Rocha, Amarílis Pereira, orient.
Palavras-chave: Comportamento de ajuda
Criança
Desenvolvimento da criança
Enfermagem pediátrica
Modelos de enfermagem
Child
Child development
Helping behavior
Models, nursing
Pediatric nursing
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu
Resumo: Fundamentação: A relação de ajuda deve ser considerada como um foco de atenção em enfermagem pediátrica, de forma a definir estratégias adequadas à capacitação da criança/família, em prol do saudável desenvolvimento das crianças. O papel do enfermeiro e a importância da relação de ajuda é definida neste trabalho através das dimensões de nível de respeito, compreensão empática, incondicionalidade de respeito e congruência. Métodos: Tendo como objetivos analisar a perceção das crianças dos 6 aos10 anos acerca da relação de ajuda estabelecida com os enfermeiros nas diferentes unidades de saúde e analisar a influência das variáveis sócio demográficas nas diversas dimensões da relação de ajuda desenvolvemos um estudo de natureza quantitativa, transversal, descritivocorrelacional, com uma amostra não probabilística por conveniência de 71 crianças (37 meninos e 34 meninas) com uma média de idade de 8,46 anos. Para a colheita de dados utilizámos um instrumento de caracterização sócio demográfica da amostra e o inventário das relações de Barrett-Lennard (1986). Resultados: No que concerne às dimensões estudadas verificamos que as crianças pontuam com médias mais elevadas a dimensão de respeito e da dimensão compreensão empática apresentando médias mais baixas na dimensão da congruência. Os resultados evidenciaram ainda que não existiam diferenças estatisticamente significativas entre as dimensões da relação de ajuda e as variáveis sociodemográficas da criança e serviços de saúde. Somente as variáveis residência e motivo de recurso aos serviços é que apresentam diferenças estatisticamente significativas. Conclusão: Podemos concluir que as crianças da nossa população independentemente da idade, sexo, residência, número de irmãos e/ou escolaridade, percecionam e valorizam as dimensões da relação de ajuda no contato com os enfermeiros. Palavras-chave: Relação de ajuda; Cuidados enfermagem pediátricos, crianças 6-10 anos
ABSTRACT Reasons: The aid relationship should be considered as a focal point in pediatric nursing, in order to define appropriate strategies to capacitate the child/family, to support the healthy development of children. The nurse’s role and the importance of the aid relat ionship is defined in this work/study through the dimensions of level of respect, empathy comprehension, unconditional respect and consistency. Methods: Having as the objective to examine the perception of children aged 6-10 years on the aid relationship established with the nurses throughout the different health facilities and analyze the influence of socio-demographic variables on the various dimensions of the aid relationship, we have developed a quantitative, transversal, correlational descriptive study, with a non- probabilistic sample of 71 children (37 girls and 34 boys) with an average age of 8.46 years. For the collection of data, we used a sample of the sociodemographic characterization instrument and the inventory of the Barrett-Lennard (1986) relations. Results: Regarding the dimensions studied, we found that the children score higher averages on the respect dimension followed by the empathic understanding dimension, showing lower averages on the consistency dimension. The results showed that there are no statistically significant differences between the aid relationship dimensions and the sociodemographic variables of the child and health services. Only the residence variables and the reason for the use of health services differ. Conclusion: We can conclude that the children of our population, regardless of age, sex, residence, number of siblings and/or education, perceive and value the aid relationship dimensions when in contact with the nurses. Keywords: aid relationship, pediatric nursing care, children 6-10 years.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1744
Aparece nas colecções:ESSV - UECA - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
GIL Alexandra João Rodrigues Marques - Dissertação mestrado.pdfDocumento principal5,68 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.