Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1836
Título: A alimentação como temática integradora de diferentes aprendizagens no 1º ciclo do ensino básico
Autor: Silva, Emília Maria Correia Rodrigues
Orientador: Novais, Anabela
Abrantes, Isabel
Palavras-chave: Estudo do Meio
Ciências
Alimentação
Trabalho Prático Investigativo
Língua Portuguesa
Data de Defesa: Jul-2012
Editora: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Educação de Viseu
Resumo: Esta investigação incidiu sobre a importância que o Estudo do Meio poderá ter como área integradora de diferentes aprendizagens e mais especificamente no desenvolvimento de competências da Língua Portuguesa. Ao nível do Ensino Básico, a educação para a saúde e mais particularmente a alimentação surge como tema a trabalhar numa perspetiva interdisciplinar, devido aos problemas identificados nos hábitos alimentares dos alunos (através de questionário) e, reconhecendo a necessidade de desenvolver hábitos saudáveis e de valorizar atitudes corretas relacionadas com a qualidade de vida. O percurso metodológico seguido divide-se em várias etapas, entre as quais se destacam: i) A recolha de informação, por questionário, sobre as experiências e hábitos alimentares dos alunos e as suas conceções prévias sobre alimentação saudável. A recolha de dados realizou-se numa turma do 1.º Ciclo do Ensino Básico (EB) constituída por dez alunos (seis do 1.º ano e quatro do 3.º ano) com idades compreendidas entres os 6 e os 10 anos de idade; ii) Planificaram-se/delinearam-se estratégias de exploração e investigação, e analisaram-se textos produzidos pelos alunos sobre a temática alimentação, antes e depois de implementadas as atividades. A análise e a interpretação dos dados recolhidos possibilitaram a verificação das competências desenvolvidas a vários níveis. Há indícios de que, de um modo geral, os alunos desenvolveram conceitos na área de Estudo do Meio, proporcionando mudanças aos seus hábitos alimentares e estilos de vida, mas aumentaram também as suas competências de escrita na Língua Portuguesa. Este estudo permite, desde já, adiantar que será bastante vantajoso/motivador partir de experiências reais, de problemas do quotidiano para adquirir conhecimentos noutras áreas como na Língua Portuguesa. Por isso, será de concluir que quanto maior e melhor for o domínio do Estudo do Meio melhor será o domínio da Língua Portuguesa.
This research focused on the importance that the Environmental Studies area may have as inclusive for different learning and more specifically in the development of the Portuguese language skills. At the level of basic education, health education and more particularly food emerges as a theme to be treated in an interdisciplinary perspective, due to the problems identified in the eating habits of children (by questionnaire) and recognizing the need to develop healthy habits and attitudes related to an expected quality of life. The methodological approach is divided into several stages which are: i) the collection of information, by questionnaire on the experiences and eating habits of students and their previous assumptions about healthy eating. Data collection took place in a class of the 1st cycle of basic education (EB) with ten students (six of the 1st year and four of the 3rd year) between the ages of 6 and 10 years old; ii) the definition of exploration and research strategies and analysis of texts produced by students on the theme before and after implementing the activities. Analysis and interpretation of data allowed the verification of the developed skills at various levels. There is evidence that, in general, the students that had developed concepts in the area of Environmental Studies, changed their eating habits and lifestyles, but also increased their writing skills in Portuguese. By this study, we can say that the use of real experiences and everyday problems is advantageous and motivating to the acquisition of skills in the area of Environmental Studies and in the Portuguese language as well. All in all, we can get to the conclusion that a better knowledge in Environmental Studies represents a better knowledge in the area of Portuguese Language, too.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1836
Aparece nas colecções:ESEV - DCEN - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A alimentação no 1º CEB.pdf1,41 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.