Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1851
Título: Educação sexual no 1º ciclo de Ensino Básico : Percepção de Pais e Professores
Autor: Chaves, Joana Adelaide Pereira
Orientador: Cardoso, Ana Paula
Palavras-chave: Educação sexual
Pais/encarregados de educação
Professores
1º ciclo do ensino básico
Data de Defesa: Fev-2012
Editora: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Educação de Viseu
Resumo: A implementação da educação sexual nas escolas portuguesas é um tema polémico, que se vem debatendo há já alguns anos. Apesar da sua pertinência na formação integral de todos os indivíduos, e da actual legislação que confere a obrigatoriedade da leccionação da educação sexual nas escolas, constata-se um certo adiamento por parte dos professores para a integração definitiva desta temática, na prática lectiva no 1º Ciclo do Ensino Básico (1º Ciclo). Com a realização deste trabalho, pretendemos conhecer a percepção dos pais/encarregados de educação e dos professores do 1º Ciclo relativamente à implementação da educação sexual em meio escolar e comparar as suas perspectivas face a esta problemática. De forma a encontrarmos respostas ao problema de investigação, propusemo-nos a realizar um estudo de natureza quantitativa, recorrendo a uma pesquisa de carácter descritivo e comparativo, utilizando o inquérito por questionário. A investigação empírica decorreu durante o ano lectivo de 2010/2011, em três agrupamentos de escolas do concelho de Viseu, envolvendo 90 pais/encarregados de educação e 56 professores do 1º Ciclo. Através dos dados colhidos, constatámos que há diferenças estatisticamente significativas entre pais/encarregados de educação e professores no que concerne à dificuldade em abordar o tema da sexualidade, à relevância atribuída à educação sexual no 1º Ciclo, à opinião sobre a adequação dos conteúdos à faixa etária, e metodologia utilizada, bem como à importância atribuída à ligação escola/família. Em qualquer dos casos, os professores revelam respostas mais favoráveis. Os resultados deste estudo revelam que, apesar de pais/encarregados de educação e professores concordarem com a obrigatoriedade da leccionação da educação sexual no 1º Ciclo, há ainda lacunas no que concerne à formação nesta área, nomeadamente no âmbito do relacionamento interpessoal e sexualidade com especial enfoque na afectividade.
The implementation of sexual education in Portuguese schools is a controversial topic, which has been debated for some years now. Despite the relevance of the topic to the trining process of all individuals, and the current legislation, making the teaching of sexual education in schools, a mandatory project. There are some reservations expressed by the teachers making the definitive integration of this issue in practice teaching in 1st Cycle of Basic Education (1st Cycle). With this work, we want to know the parents/guardians and the 1st cycle teachers’ perception conernig the implementation of sexual education in schools and compare their perspectives recording this problem. In order to find answers to the problem, we decided to conduct a quantitative study, through a descriptive and comparative research, using the questionnaire survey. The empirical research was conducted during the academic year 2010/2011, involving three groups of schools in the district of Viseu, 90 parents/guardians and 56 teachers of the 1st Cycle. Through the data collected, we found out that there are significant statistical differences between parents/guardians and teachers regarding the difficulty in addressing the issue of sexuality, the importance given to sexual education in the 1st Cycle, their opinion about the the contents to the range age, and the methodology used as well as the importance attached to the link school/family. In either case, teachers show more receptioness. The results of this study reveal that despite the fact that parents/guardians and teachers agree about its mandatory charader in the 1st Cycle, there are still deep gaps recording training in this area, particularly in the context of interpersonal relationships and sexuality with special focus on affectivity.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1851
Aparece nas colecções:ESEV - DPCE - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE PDF.pdf1,5 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.