Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1853
Título: Ensino experimental das ciências na educação pré-escolar e no 1º ciclo do ensino básico
Autor: Carvalho, Ana Isabel Simões de
Orientador: Novais, Anabela
Abrantes, Isabel
Palavras-chave: Actividades práticas (experimentais) investigativas
Ciências da natureza
Educação pré-escolar
1º ciclo do ensino básico
Empenhamento do adulto e envolvimento da criança
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Educação de Viseu
Resumo: O presente estudo pretendeu perceber como são construídos os saberes no processo de ensino/aprendizagem em Ciências da Natureza, através do trabalho prático (experimental) investigativo, com cinco crianças de Jardim de Infância e cinco alunos do 1º ano do 1º Ciclo do Ensino Básico (CEB). No processo ensino/aprendizagem é notória a conjugação do papel do educador/professor, pelo seu nível de empenhamento, ao apoiar a construção dos saberes, como o envolvimento da criança, sujeito activo do seu desenvolvimento conceptual e procedimental. Foi percepcionada esta relação entre o empenhamento do adulto e o envolvimento da criança, na construção de saberes, em ciências, com as crianças do Jardim de Infância e com os alunos do 1º CEB. Pretendeu-se, também, com o presente estudo, perceber como é que a comunicação oral e os registos gráficos das crianças, nas actividades práticas investigativas na área das ciências da natureza, nas duas salas eram indicadores de aprendizagem. Foi percepcionado que as crianças do Jardim de Infância e os alunos do 1º ano do 1º CEB, neste âmbito, ao questionarem, responderem a perguntas, reflectirem, interpretarem ideias e imagens, agirem, confrontarem opiniões, registarem as suas previsões e os resultados, desenvolveram e enriqueceram o seu vocabulário, o seu discurso, melhoraram e reformularam o seu pensamento, iniciando a sua aprendizagem nos procedimentos de uma actividade (experimental) investigativa Percepcionou-se igualmente que as crianças do Jardim de Infância e os alunos do 1º ano do 1º CEB, se envolveram mais nas actividades de experimentação do que nas fases de previsão e que as reflexões quer orais quer escritas (desenhos) sobre as actividades, se centraram mais no “como fizeram” e que materiais utilizaram do que na explicação dos resultados. A metodologia utilizada foi de carácter qualitativo, um estudo de caso, através da observação participante. Verificou-se que: i) houve uma relação “simbiótica” entre o nível de empenhamento do adulto e o nível de envolvimento da criança nas actividades práticas (experimentais) investigativas, desenvolvidas na sala do Jardim de Infância e do 1º ano do 1º CEB; ii) os sub-indicadores encontrados a partir dos indicadores comunicação oral e registos gráficos permitiram perceber como é que as crianças vão construindo o conhecimento na área de Ciências da Natureza. Foi também percepcionado que é necessário dar tempo para que de forma recursiva, isto é, nos processos de apropriação e construção cognitiva, ao utilizar os mesmos conteúdos e conceitos em diferentes contextos, situações e também em diferentes momentos da vida escolar, as crianças vão aprendendo os procedimentos de uma actividade prática (experimental) investigativa
The main objective of the current study was to understand how knowledge acquisition in the learning process of Nature Sciences is done, through practical investigative (experimental) works with five children from a preschool class and five children from the 1st year of an elementary school class. In the learning process it is notorious the relationship between the teacher’s role, by his level of commitment supporting the construction of knowledge, with the child’s involvement, the active subject of its own conceptual and procedural development. This relationship was perceived in the construction of knowledge in Sciences working with children from the Preschool and 1st year of elementary school classes. In addition, this study also wanted to determine how the children’s oral communication and graphic records, in the investigative practical activities of Nature Sciences were indicators of learning. We observed that asking and answering questions, reflecting, interpreting ideas and images, taking action, confronting opinions and registering their previsions and the following results, have helped the children from the Preschool and 1st year of elementary school classes to enrich and develop their vocabulary and speech, improve and reformulate their thought, in the initiation of their learning in the investigative (experimental) activity procedures. We observed that the children, from the Preschool and 1st year of elementary school classes integrating this experiment, enriched and developed their vocabulary and speech, improved and reformulated their thought, initiating their learning in the investigative (experimental) activity procedures by asking and answering questions, reflecting and interpreting ideas and images, taking action, confronting opinions and writing down their previsions and results. It was also observed that all children were more involved in the experimentation activities than in the prediction steps. In addition, their oral and written (drawings) activities reflections, were more centered on the “how they did it” and in the materials they used than on the explanation of the results. The methodology used was qualitative, a case study through participant observation. We verified that: i) there was a symbiotic relationship between the level of commitment of the adult and the level of involvement of the child in the investigative practical activities in both classes; ii) the sub-indicators found inside both Oral Comunication and Graphic Records indicators allowed the understanding of how children build the knowledge in Nature Sciences. In addition, it was also showed that it is necessary to give some time to children for them to recursively learn the procedures of an investigative practical activity, meaning that in the cognitive appropriation and construction, as they use the same contents and concepts in different contexts, situations and also in different moments of their scholar life
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1853
Aparece nas colecções:ESEV - DCEN - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.