Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1871
Título: Filhos do divórcio : "quando os meus pais se divorciaram"
Autor: Pedro, Ana Luísa Morgado Vaz
Orientador: Martins, Emília
Amante, Maria João
Palavras-chave: Família
Divórcio
Perceção
Adulto
Data de Defesa: Out-2013
Editora: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Educação de Viseu
Resumo: Atualmente assistimos a uma multiplicidade de estruturas familiares, sendo cada vez mais frequente o processo de divórcio, podendo o mesmo desencadear em todos ou parte dos membros da família, dificuldades tais como a adaptação à nova forma de vida. O presente trabalho consiste num projeto de uma pesquisa qualitativa, tendo como amostra adultos, filhos de pais divorciados, procurando com o mesmo perceber qual a perceção dos mesmos face ao divórcio dos pais, ocorrido na sua infância. Pretende-se com esta investigação entender como os filhos avaliavam as mudanças que ocorreram nas suas vidas após a separação dos pais, especialmente no que diz respeito ao relacionamento entre pais e filhos. Para tal, serão realizadas entrevistas individuais semiestruturadas com filhos de pais divorciados, com idades compreendidas entre os 21 e os 64 anos de idade. Foi realizado um teste-piloto ao guião da entrevista e da análise exploratória dos dados percebemos que para alguns entrevistados, inexplicável para outros, a separação dos pais trouxe desdobramentos vistos como desagradáveis por alguns filhos. Deste estudo espera-se retirar algumas implicações para a prática clínica, no que diz respeito ao trabalho com famílias que atravessam uma fase de separação conjugal, para que da mesma advenham as menores consequências possíveis.
ABSTRACT Currently we are assisting to a multiplicity of familiar structures, where divorce proceedings are happening more and more frequently which can trigger some difficulties to everyone in the family, or most of its members, in adapting to a new way of life. This study is a qualitative research project developed by questioning adults and children of divorced parents and it tries to understand the perception of the divorce and children facing their parents’ divorce during childhood. This research pretends to understand how children evaluate the changes that occurred in their lives after parental separation, especially with regard to the relationship between parents and children. This research will be carried out by semi-structured individual interviews with children of parents divorced aged between 21 and 64 years old. We conducted a pilot test interview and the by exploratory data analyzed we realized that for some the interviewees parental separation brought up feelings which can be perceived as unpleasant by some children. It is expected that this study helps understand some implications that may occur and its implications for clinical practice with regard to working with families going through a divorce so that the same result in the lowest possible consequences.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1871
Aparece nas colecções:ESEV - DPCE - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Filhos do divórcio.pdf622,66 kBAdobe PDFVer/Abrir
indice_Filhos do divórcio.pdf180,77 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.