Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1952
Título: Caracterização das explorações de pequenos ruminantes da região da Beira Serra
Autor: Carvalho, Maria Madalena Lemos
Monteiro, António, orient.
Esteves, Fernando, co-orient.
Palavras-chave: Exploração agrícola
Produção animal
Planeamento da exploração agrícola
Ovino
Caprino
Raça autóctone
Efectivo pecuário
Inquérito à exploração agrícola
Small ruminants
Livestock farm
Sheep breading
Data de Defesa: Mai-2013
Editora: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior Agrária
Resumo: Este trabalho teve como objetivo o estudo das explorações de pequenos ruminantes, através de uma análise do sistema de exploração. O trabalho realizou-se na área geográfica da Beira Serra, do distrito de Coimbra, concelhos de Arganil, Góis, Tábua e Oliveira do Hospital. A informação recolhida é de rebanhos pertencentes aos produtores da Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da Estrela (ANCOSE), que foi constituída em 1981 e tem sede em Oliveira do Hospital. Têm como área de intervenção o Parque Natural da Serra da Estrela, alargando-se a outros concelhos, contabilizando na totalidade cerca de 2800 produtores aderentes. Esta associação presta serviços e apoio técnico às explorações, respeitante ao maneio do rebanho de uma forma geral, em 3407 explorações, num total de 89 128 animais. Verificámos que a região Beira Serra ocupa no contexto nacional, um lugar relevante no que diz respeito ao número de explorações, 1964. Esta explorações têm grande tradição e possuem condições propícias para esta atividade, tendo um total de 19 774 animais. Assim sendo, a elaboração deste trabalho visa o estudo das práticas e dos métodos utilizados nestas explorações, a identificação e caracterização das condições da região, conhecer a importância dos efetivos e caracterizar as pessoas que se dedicam à exploração de pequenos ruminantes. De uma forma global, este estudo pretende ser mais um contributo para a identificação das potencialidades, dos estrangulamentos e das perspetivas de evolução deste setor típico desta região. É de denotar que os produtores têm em média 66 anos de idade e possuem mais de 31 anos de experiência, afirmando não haver ninguém para os substituir. A exploração é de índole familiar, os produtores não estão endividados mas também não fazem melhoramentos na exploração. Têm menos de 5 animais por efetivo e não tencionam aumentar devido à falta de saúde e à escassez de mão-de-obra.Todos os produtos resultantes da exploração são para autoconsumo. Os produtores não fazem o desmame das crias, uma vez que não lhes interessa tirar rentabilidade do leite e assim o maneio é mais simples e prático sendo menos trabalhoso. Os produtores dão medicação sem consentimento do veterinário mas respeitam os intervalos de segurança, talvez por já terem tido dissabores.
ABSTRACT: The objective of this paper is study in a general way, the livestock farms of small ruminants, through the analysis of the operating system. The work developed in the geographic area of Beira Serra, in the region of Coimbra, Arganil, Góis, Tábua and Oliveira do Hospital. The used data is from flocks belonging to breeders of ANCOSE (National Association of Serra da Estrela Sheep Breaders), which was founded in 1981. They act in the area of the Natural Park of Serra da Estrela, and surrounding areas, having a total of 2800 registered members. This association provides services and technical support to their members, in the management of the herd. Starting with a comparative analysis of flocks from different areas, we do an avaluation of the importance of herds in this region. We verified that this particular region occupies in the national context, an important position regarding the number of livestock farms. These livestock farms have great tradition and very good conditions to this activity. This paper has the aim of studying livestock farms of small ruminants, the ways and methods used, the way they operate, identification and characterization of the region conditions to breeding, learn the way they do it, learn the importance of flocks and understand better the people that dedicate theirs life's to this activity. Identify strenghs and weaknesses, and the future trend of goat and sheep breeding in the region. We can not that producers have about 66 years of age and more than 31 years of experience. They always say that there is no one to replace them. Livestock farm is based on familiar environment, producers normally don't have loans, but are also not eager to improve their facilities. Normally they have less than 5 animals per flock and don't intent to increase the number due to the advance age and lack of workforce, all the products that result from this activity are for own consumption. The producers normally don't wean the offspring, because they don't seek income from the milk and being easier to manage the flock. They usually medicate their animals without proper technical advisement of veteriaries but they respect the safety intervals, probably due to previous setbacks.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Tecnologias da Produção Animal
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1952
Aparece nas colecções:ESAV - DZERV- Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.