Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1964
Título: Factores determinantes da sexualidade do indivíduo com espondilartrite anquilosante
Autor: Gonçalves, Andreia Filipa Almeida
Moreira, Maria Helena Encarnação, orient.
Palavras-chave: Causalidade
Disfunção sexual, fisiológica
Disfunção sexual, psicológica
Espondilartrite
Espondilite anquilosante
Sexualidade
Causality
Diagnosis
Sexual dysfunction, physiological
Sexual dysfunction, psychological
Sexuality
Spondylarthritis
Spondylitis, ankylosing
Therapeutics
Data de Defesa: 2013
Editora: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu
Resumo: Introdução: As doenças reumáticas são cada vez mais frequentes, constituindo um importante problema social e económico. Contudo, existem poucos estudos em Portugal, sobre o impacto da espondilartrite anquilosante na sexualidade dos indivíduos. Objectivo: Analisar o comportamento sexual do indivíduo com espondilartrite anquilosante e identificar as variáveis que interferem no mesmo. Metodologia: A investigação realizada insere-se no âmbito do estudo quantitativo, do tipo descritivo. Os dados foram colhidos numa amostra de 60 sócios da Associação Nacional de Espondilartrite Anquilosante (ANEA), com espondilartrite Anquilosante, dos quais 48 homens e 12 mulheres. O instrumento de colheita de dados aplicado integra, questões de caracterização sociodemográfica e clinica, a Escala numérica da dor, o Índice de actividade da doença (BASDAI), o Índice de incapacidade funcional (BASFI), Escala hospitalar de ansiedade e depressão (HADS), Escala de Auto-Estima Global para Adultos de Rosenberg, Índice internacional da função eréctil (IIEF), Índice de Função Sexual Feminina (FSFI) e Escala de Ajustamento Diádico (DAS). Resultados: O Índice de função eréctil dos homens é influenciado por factores determinantes como a Idade, a Incapacidade funcional, a Depressão e a Ansiedade, a Auto-estima Global, e o Ajustamento Diádico. O índice de funcionamento feminino é influenciado por factores determinantes como a Dor durante a Noite e o Ajustamento Diádico. Conclusões: A gestão da doença e o seu impacto no comportamento sexual deve ser direccionada não apenas á sua influência a nível físico, mas também tendo em consideração o estado psicológico do individuo. Nesse sentido, devem ser implementadas estratégias de intervenção que promovam a saúde e o bem-estar do individuo com espondilartrite anquilosante. Palavras-chave: espondilartrite anquilosante, factores determinantes, índice de funcionamento feminino, índice de função eréctil.
ABSTRACT Introduction: Rheumatic diseases are increasingly common as an important social and economic problem. However, there are few studies in Portugal, on the impact of ankylosing spondylarthritis sexuality of individuals. Objective: To analyze the sexual behavior of individuals with ankylosing spondylarthritis and identify the variables that affect the same. Methodology: The research falls within the quantitative study, descriptive. Data were collected on a sample of 60 members of the National Association of Ankylosing spondylarthritis (ANEA) with Ankylosing spondylarthritis, including 48 men and 12 women. The instrument used for data collection integrates issues of casociodemographic and clinical characterization, the numeric scale of pain, The Bath Ankylosing Spondylitis Disease Activity Index (BASDAI), The Bath Ankylosing Spondylitis Functional Index (BASFI), Hospital Anxiety Depression Scale (HADS), The Rosenberg Self-Esteem Scale, The International Index of Erectile Function (IIEF), Female Sexual Function Index (FSFI) and Dyadic Adjustment Scale (DAS). Results: The index of erectile function of men is influenced by determinants such as age, the Disability, Depression and Anxiety, the Global Self-Esteem, and the Dyadic Adjustment. The female sexual function index is influenced by determinants such as pain during the night and the Dyadic Adjustment. Conclusions: The management of the disease and its impact on sexual behavior should be directed not only to its influence on the physical outcomes, but also take into consideration the psychological state of the individual. In this sense, should be implemented intervention strategies that promote the health and well-being of the individual with ankylosing spondylarthritis. keywords: ankylosing spondylarthritis, determinants, index of erectile function, female sexual function index.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1964
Aparece nas colecções:ESSV - UER - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
GONÇALVES, Andreia Filipa Almeida - Dissertaçao mestrado.pdf2,24 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.