Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/1999
Título: Cuidados paliativos : conhecimentos dos estudantes de licenciatura em enfermagem
Autor: Lopes, Susana Alexandra Pires
Ribeiro, Olivério Paiva, orient.
Palavras-chave: Conhecimentos, atitudes e prática em saúde
Estudantes de enfermagem
Licenciatura em enfermagem
Tratamento paliativo
Education, nursing, baccalaureate
Health knowledge, attitudes, practice
Palliative care
Students, nursing
Data de Defesa: 2013
Editora: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu
Resumo: Enquadramento: Atualmente os cuidados paliativos são reconhecidos como um elemento essencial dos cuidados de saúde e como tal é imperioso que os profissionais de saúde estejam preparados para implementar intervenções paliativas de qualidade. O enfermeiro está numa posição única para avaliar e cuidar do doente terminal e da sua família, dada a sua diferenciação técnico-científica, competência humana e relacional e o seu tempo de permanência junto do doente/família, tornando-se um elemento fundamental na assistência. Assim, a formação em cuidados paliativos assume um papel de relevo e deverá iniciar-se durante a formação pré-graduada. Objetivos: Identificar o nível de conhecimentos sobre cuidados paliativos dos estudantes de licenciatura em enfermagem; Descrever a relação das variáveis sociodemográficas, académicas e da formação em cuidados paliativos com os conhecimentos sobre cuidados paliativos. Métodos: O estudo transversal, de natureza descritiva foi realizado numa amostra não probabilística por conveniência, constituída por 203 estudantes do curso de licenciatura em enfermagem, 89.7% do sexo feminino, com uma média de idades de 22.33 anos, 45.3% do 3º ano e 54.7% do 4º ano, 67.0% com formação curricular e 24.1% com formação extracurricular em cuidados paliativos. O conteúdo do Questionário de Conhecimentos sobre Cuidados Paliativos - QCCP (Lopes & Ribeiro, 2012) foi construído com base na revisão da literatura e nos objetivos da investigação. Resultados: Verificamos que 40.4% dos estudantes apresentam conhecimentos de nível insuficiente, 29.1% suficiente e 30.5% de nível bom. A frequência de formação extracurricular em cuidados paliativos influencia significativamente os conhecimentos dos estudantes. Os estudantes do sexo masculino, os de idade ≤ a 21 anos, os do 4º ano e os detentores de formação curricular na área também revelaram melhores conhecimentos, face aos restantes. A maioria dos estudantes revelou conhecimentos sobre o conceito, os princípios, a filosofia e a organização dos cuidados paliativos, o controlo de sintomas, a comunicação, o apoio à família e o trabalho em equipa. Todavia, identificamos défice de conhecimentos sobre aspetos específicos da intervenção em cuidados paliativos, especialmente sobre o controlo de sintomas (controlo da dor e utilização da via subcutânea). Conclusões: As evidências encontradas realçam a necessidade de se investir na formação dos estudantes, nomeadamente sobre os aspetos específicos da intervenção paliativa em que revelaram défice de conhecimentos, capacitando-os para a adoção de boas práticas. Esta investigação iniciou o estudo psicométrico do QCCP, contudo, atendendo ao tamanho da amostra em estudo recomendamos o desenvolvimento de outras investigações a fim de prosseguir a sua validação. Palavras-chave: Cuidados Paliativos; Conhecimentos; Estudantes; Enfermagem; Formação.
ABSTRACT Context: Nowadays the palliative care is recognized as an essential element of the health care and thus it is imperative that the health professionals are ready to implement qualitative palliative interventions. The nurse is in a unique position to evaluate and take care of the terminal patient and his family, given the technical-scientific differentiation, human and relational competence and the time he stays with the patient/family, becoming a fundamental element in the assistance. Therefore, the training in palliative care assumes relevant role and should be initialized during the pre-graduate training. Objectives: Identify the level of knowledge about the palliative care of the undergraduate nursing student; describe the relation of the variables social demographic, academic and the training in palliative care with the knowledge about palliative care. Methods: The transversal study, of descriptive nature was performed in a non probabilistic sample by convenience, constituted by 203 students of the course degree in nursing, 89,7% female, with an age average of 22.33 years old, 45,3% of the 3rd year and 54,7% of the 4th year, 67,0% with curricular training and 24,1% with extracurricular training in palliative care. The content of the Knowledge Questionnaire about Palliative Care – KQPC (Lopes & Ribeiro) was built based on the revision of the literature and in the investigation objectives. Results: We verified that 40,4% of the students present knowledge of insufficient level, 29,1% sufficient and 30,5% of good level. The frequency of extracurricular training in palliative care influences significantly the knowledge of the students. The male students, the ≤ to 21 years old, the 4th year and the detainers of curricular training in the area also revealed better knowledge, compared to others. The majority of the students revealed knowledge about the concept, the principles, the philosophy and the organization of the palliative care, the symptoms control, the communication, the support to the family and the team work. However, we identify knowledge deficit about specific aspects of the intervention in palliative care, especially about the symptoms control (pain control and use of the subcutaneous duct). Conclusions: The evidences found accentuate the need of investment in the student’s training, namely about the specific aspects of the palliative intervention in which it was revealed knowledge deficit, enabling them to the adoption of good practices. This investigation started the psychometric study of the KQPC, however, attending the size of the sample studied, we recommend the development of other investigations in order to proceed with his validation. Key-words: Palliative Care; Knowledge; Students; Nursing; Training.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/1999
Aparece nas colecções:ESSV - UEMC - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
LOPES, Susana Alexandra Pires - dissertação mestrado EMBARGO 1 julho 2014.pdf1,03 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.