Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/2060
Título: Ruído hospitalar : implicações no bem estar do doente
Autor: Silva, Nélio Miguel Jesus
Nunes, Maria Madalena Jesus Cunha, orient.
Palavras-chave: Ambiente
Doentes
Hospitais
Poluição ambiental
Ruído
Ruído ocupacional
Environment
Environmental pollution
Hospitals
Noise
Noise, occupational
Patients
Data de Defesa: 2014
Editora: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Resumo: Enquadramento: O ruído é definido como um qualquer tipo de som que pode produzir uma resposta fisiológica e psicológica indesejável no indivíduo e pode interferir com as atividades sociais desse indivíduo (Bistrup, 2001 citado em Gerhardsson & Nilsson, 2013). O impacto do ruído nos cuidados de enfermagem prestados em ambiente hospitalar é uma temática muito pertinente e que acompanha a própria génese da Enfermagem. Objetivos: Identificar se as variáveis sociodemográficas influenciam o bem-estar dos doentes; analisar a relação das variáveis clínicas com o bem-estar dos doentes; aferir se o ruído hospitalar exerce influência no bem-estar dos doentes. Métodos: Estudo descritivo realizado em 84 doentes internados em três Unidades do CHBV, EPE; 59.5% do género masculino e 40.5% feminino. Inclui um questionário composto pelos dados sociodemográficos e clínicos, um questionário que avalia a perceção do ruído através do Conforto Ambiental de Cunha e Silva (2012) e Escala de Avaliação de Bem-Estar Subjetivo – PANAS, (Watson, Clark & Tellegen, 1988). Medição do nível médio de pressão sonora de equipamentos. Resultados: Relativamente à perceção do doente: As Fontes Clínicas de Ruído (r=- 0.269; p=0.013), a Nota Global do Conforto Ambiental (r=-0.254; p=0.020) e as Alterações Provocadas pelo Ruído (r=-0.362; p=0.001) apresentam relação estatisticamente significativa com o Bem-Estar Subjetivo. O nível médio de pressão sonora das Fontes Clínicas de Ruído (t=-2.529; p=0.013) apresenta relação estatisticamente significativa com o Bem-Estar Subjetivo do doente internado. Conclusão: Os resultados evidenciam que o Bem-Estar Subjetivo é influenciado pelo ruído hospitalar em geral, mais concretamente, o ruído provocado por fontes clínicas (ex.: monitores e outros equipamentos). Foi ainda possível verificar que algumas alterações fisiológicas e psicológicas dos doentes estão relacionadas com o ruído hospitalar. PALAVRAS CHAVE: Ruído, Ruído Hospitalar, Bem-Estar Subjetivo.
ABSTRACT Background: Noise is defined as any sound that may produce undesirable physiological and psychological response in the individual and can interfere with social activities of such individual (Bistrup 2001 cited in Gerhardsson & Nilsson, 2013). The impact of noise on nursing care, provided in a hospital environment, is a very pertinent issue and it accompanies Nursing’s origin. Objectives: To identify if sociodemographic variables influence the wellbeing of patients; examine the relationship of clinical variables with the wellbeing of patients; assess whether the hospital noise influences the wellbeing of patients. Methods: Descriptive study performed in 84 patients admitted in three units of CHBV, EPE 59.5 % were male and 40.5 % female. Includes a questionnaire composed of demographic and clinical data, a questionnaire that assesses the noise through the Environmental Comfort by Cunha and Silva (2012) and a rating scale of Subjective WellBeing - PANAS (Watson, Clark & Tellegen, 1988). Measuring average sound pressure level of equipments. Results: Relating to patient’s perception: Clinical Sources of Noise (r=-0269, p=0.013), the overall score of the Environmental Comfort (r=-0254, p=0.020) and a Signs and Symptoms Caused by Noise (r=-0362, p=0.001) are statistically significant related with Subjective Wellbeing. The average sound pressure level of Clinical Sources of Noise is statistically significant related (t=-2.529; p=0.013) with patient’s Subjective Wellbeing. Conclusion: Results confirmed that Subjective Wellbeing is influenced by the hospital noise in general and, more specifically, noise from clinical sources (e.g. monitors and other equipments). It is also confirmed that some physiological and psychological changes are related to hospital noise. KEYWORDS: Noise, Hospital noise, Subjective Wellbeing.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/2060
Aparece nas colecções:ESSV - UEMC - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
SILVA, Nélio Miguel Jesus - Dissertação mestrado.pdf7,27 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.