Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/2095
Título: Práticas de produção de conhecimento: a investigação na formação de educadores de infância
Autor: Figueiredo, Maria Pacheco
Palavras-chave: Educação de infância
Professor investigador
Investigação realizada por práticos
Conhecimento profissional docente
Formação inicial de professores
Data de Defesa: 2013
Editora: Universidade de Aveiro
Citação: Figueiredo, M. P. (2013). Práticas de produção de conhecimento: a investigação na formação inicial de educadores de infância (Tese de Doutoramento em Educação, especialidade em Didática e Desenvolvimento Curricular). Universidade de Aveiro, Aveiro.
Resumo: Visando caracterizar formas de apropriação da realização de investigação na formação inicial de educadores de infância – dada a centralidade que a produção de conhecimento profissional específico assume para a profissão docente e para a qualidade do ensino – esta investigação procura identificar e gizar configurações curriculares de uma dimensão investigativa nos planos de estudo que sustentam a formação dos profissionais, cartografar conceções de professores e alunos sobre a relevância da realização de investigação durante a formação e para a profissão futura, assim como problematizar, através de uma análise metodológica, a produção investigativa realizada no âmbito da formação inicial, interpelando a relação entre propósitos formativos e percursos investigativos. Cada um destes objetivos foi concretizado num estudo, resultando em três estudos entrelaçados pela perspetiva interpretativa e quadro teórico que convocam e pelos diferentes contributos que projetam quer para o papel da investigação na formação inicial de professores quer para uma discussão mais ampla sobre a produção de conhecimento profissional específico. Os resultados são discutidos mobilizando o enquadramento conceptual que sustentou o estudo. A relevância da investigação no âmbito da formação inicial de professores, quer como processo de desenvolvimento de atitude crítica e processos de resolução de problemas quer como preparação para a produção de conhecimento profissional específico, surge nos três estudos embora com variações e ênfases distintas. A profissão como horizonte futuro, para os alunos, e como referência para a formação concebida, para os professores, revelou­-se um contexto preponderante na decisão e discussão sobre a produção de conhecimento na formação inicial. A variação de conceções e práticas encontrada ao longo dos três estudos, assim como a inconsistência intrainstituição detetada, sugerem que a discussão sobre como conceber e operacionalizar a realização de investigação por educadores de infância exige maior explicitação e maior tónica na especificidade, quer do conhecimento profissional docente quer da educação de infância no âmbito da profissão.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/2095
Aparece nas colecções:ESEV - DPCE - Teses de doutoramento (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tesedoutoramento_dezembro2013_v2.pdf3,48 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.