Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/2143
Título: Consciência fonológica e aprendizagem da linguagem escrita em idade pré-escolar
Autor: Coelho, Ananbela Lourenço da Silva
Matos, Isabel Aires de, orient.
Palavras-chave: Educação Pré-escolar
Palavras
Sílaba
Linguagem escrita
Rimas
Consciência fonológica
Data de Defesa: Mai-2011
Editora: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Educação de Viseu
Resumo: Resumo O domínio da linguagem escrita é essencial para a sobrevivência na sociedade actual, uma vez que nos últimos anos se tem assistido a uma mudança na forma de encarar a apropriação da linguagem escrita pelas crianças em idade pré-escolar. Vários investigadores (Yopp, 1988; Freitas, 1997; Sim-Sim, 2009), têm-se debruçado sobre o construto que assume a consciência fonológica para a aquisição de competências da aprendizagem da escrita. Para que as crianças progridam nas suas conceptualizações sobre a escrita é necessário que adquiram a capacidade de análise do oral e conhecimentos sobre as características da escrita, ao mesmo tempo, que compreendam que as palavras orais são constituídas por vários componentes sonoros (Silva, 1997). Este estudo pretendeu verificar a relação existente entre o desenvolvimento da consciência fonológica e a aprendizagem da linguagem escrita em criança de idade pré-escolar e ainda analisar o contributo que a realização de tarefas de consciência fonológica implicariam nas de escrita. O objectivo principal deste estudo prende-se com estabelecer uma análise da evolução das capacidades fonológicas em função do nível conceptual das crianças em relação à escrita. A aprendizagem da linguagem escrita constitui uma tarefa cognitiva muito exigente, que poderá ser tanto mais facilitada quanto mais desenvolvida linguisticamente estiver a criança. Os dados obtidos permitiram salientar que as tarefas de treino de consciência fonológica em crianças de idade pré-escolar irão dotá-las de conhecimentos, capacidades e competências relevantes para a aprendizagem da linguagem escrita. Deste modo, o educador deve ser um agente de mudança, que programa, reflecte e avalia todo o seu trabalho, com qualidade (Bertram & Pascal, 2009), ao mesmo tempo que assume uma “pedagogia-em-participação (…) cria conversação e significações que se expressam na riqueza das linguagens plurais, narra as aprendizagens experienciais” (Oliveira-Formosinho, 2009, p.89), daí o presente estudo estar associado a uma mudança sustentada de práticas, virada para a qualidade da aprendizagem da consciência fonológica como factor de desenvolvimento da linguagem escrita em contexto de educação pré-escolar.
Abstract The mastery of written language is essential for surviving in today's society, since in recent years there has been a change in the way of looking at written language acquisition by children of preschool age. Several researchers (Yopp, 1988; Freitas, 1997; Sim-Sim, 2009), have been investigating how important the phonological awareness skills are for learning to write. For children to progress in their conceptualizations about writing it is necessary to acquire both an analytical capacity of the oral and a knowledge about the characteristics of writing, at the same time that they understand that words are composed of several oral sound components (Silva, 1997). This study sought to assess the relationship between the development of phonological awareness and learning of written language in children of preschool age, and also to analyze the contributions that the performance of phonological awareness tasks would have on writing. The main objective of this study is the analysis of the development of the phonologic capacities in relation to the conceptual level of children regarding writing. The written language is a very demanding cognitive task, which may be much easier if the child is linguistically more developed. The data allowed to point out that the tasks of training phonological awareness in children of preschool age will provide them with the knowledge, skills and competencies relevant to the learning of written language. Therefore, the teacher must be an agent of change that programs, reflects and evaluates all the work with quality (Bertram & Pascal, 2009), while assuming a “pedagogia-em-participação (…) cria conversação e significações que se expressam na riqueza das linguagens plurais, narra as aprendizagens experienciais” (Oliveira-Formosinho, 2009, p.89), hence the present study is associated with a sustained change of practice, towards the quality of learning of phonological awareness as a factor in the development of written language in the context of preschool education.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/2143
Aparece nas colecções:ESEV - DPCE - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese final 2 - corrigido.pdf1,45 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
folha-rosto-esev.pdf2,59 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.