Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/2162
Título: Actividades de ciências da natureza e interacções de crianças no Jardim de Infância
Autor: Marques, Rosa Maria Matos Fernandes
Orientador: Abrantes, Isabel
Novais, Anabela
Palavras-chave: Actividades Experimentais de Ciências Naturais
Interacções entre pares
Interacções criança/adulto
Data de Defesa: Ago-2011
Editora: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Educação de Viseu
Resumo: RESUMO O presente estudo visa verificar de que modo as ciências experimentais contribuem para a agência da criança e para o tipo de interacções que se desenvolvem entre criança/criança e/ou criança/adulto, em grupos homogéneos e heterogéneos na idade, no contexto educativo, tendo subjacente actividades práticas e experimentais de Ciências da Natureza. Nesse âmbito, foi fundamental fazer uma revisão da literatura sobre a mudança de práticas pedagógicas, fazendo uma breve referência aos modelos curriculares fundamentados em teorias construtivistas e sócio-construtivistas, dando especial ênfase à educação experiencial. Abordar o ensino das ciências e o seu papel na educação pré-escolar foi também crucial para o estudo em causa. O trabalho teve como suporte metodológico uma abordagem qualitativa, que seguiu a investigação-acção como linha orientadora, devido à sua relevância prática na resolução de problemas e na reflexão. A acção e a investigação convergiram para o mesmo fim, dar voz às crianças e iniciar um processo de mudança nas práticas da educadora. Os resultados obtidos, através da observação participante, permitiram extrair algumas conclusões. É possível evidenciar que o processo adoptado, embora ainda numa fase inicial, favoreceu a participação mais activa das crianças e sustentou a reconstrução da praxis numa perspectiva da educação experiencial. É demonstrado que o envolvimento da criança é uma excelente forma de investigar o processo educativo, ajudando a educadora a repensar as suas práticas (empenhamento; é um instrumento valioso para garantir os direitos das crianças a participar no seu próprio processo educativo; e mostra ainda, a importância dos grupos heterogéneos na diversidade das interacções dominantes e a necessidade de promover contextos de liberdade que proporcionem oportunidades de escolha à criança.
ABSTRACT The aim of the present study is to determine how the experimental sciences contribute to the agency of the child and the type of interactions that develop between child / child / child / adult in homogeneous and heterogeneous groups on age, educational context, and underlying business practices and experimental natural sciences. In this context, it was essential to review the literature on changing educational practices, making a brief reference to curriculum models based on constructivist and social-constructivist theories, with special emphasis on experiential education. For the present study it was also crucial an approach to the teaching of sciences and to its role in pre-school education. This study had a qualitative approach as methodological support, which followed the research-action as a guideline, due to its practical relevance in problem solving and in reflection. Action and research had converged to the same end, to give voice to children and start a process of change in the educator practices. The results obtained through participant observation, allowed to draw some conclusions. It is possible to show that the adopted process, although still in the initial phase, encouraged more active participation of children and supported the reconstruction of praxis in an experiential education perspective. Points that the involvement of children is an excellent way to investigate the educational process by helping the educator to reflect on their practices (commitment), as well as a valuable instrument to guarantee the substantive rights of children to participate in their own educational process; furthermore, it shows the importance of heterogeneous groups in the diversity of the dominant interactions, and the need to promote environments of freedom that provide the opportunity of choice to the children.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/2162
Aparece nas colecções:ESEV - DCEN - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.