Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/2203
Título: O ensino pré-operatório na pessoa submetida a artroplastia total da anca
Autor: Fernandes, Sílvia Cristina Monteiro
Martins, Rosa Maria Lopes, orient.
Palavras-chave: Artroplastia da anca
Cuidados pré-operatórios
Educação de doentes
Enfermagem de reabilitação
Reabilitação
Arthroplasty, replacement, hip
Patient education as topic
Preoperative care
Rehabilitation
Rehabilitation nursing
Data de Defesa: 2011
Editora: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Resumo: Enquadramento: A artroplastia total da anca, hoje em dia, é considerada uma das cirurgias de maior sucesso em toda a medicina permitindo obter ganhos importantes em saúde, nomeadamente, no que diz respeito à recuperação da função motora e à diminuição da duração do internamento hospitalar. O seu êxito depende, em grande parte, do ensino proporcionado à pessoa, uma vez que este contribui para a mudança de padrões de comportamentos que permitem uma recuperação em tempo útil, de uma forma segura e eficaz. Pelas competências inerentes à sua especialidade, o enfermeiro especialista de reabilitação, deve: ensinar; instruir e treinar sobre técnicas a utilizar para maximizar o desempenho a nível motor, tendo em conta os objectivos individuais da pessoa. Objectivos: Avaliar o efeito do ensino pré-operatório sobre a independência funcional nas pessoas submetidas a artroplastia total da anca, no momento da alta. Avaliar o efeito do ensino pré-operatório sobre a duração do internamento hospitalar, nas pessoas submetidas a artroplastia total da anca. Caracterizar a amostra em termos sociodemográficos. Proceder a uma caracterização clínica das pessoas que são submetidas a ATA. Analisar a correlação que existe entre as variáveis atributo (género, idade, estado civil) e a independência funcional das pessoas submetidas a artroplastia total da anca. Métodos: O modelo de investigação adoptado, é do tipo quantitativo, quasi-experimental, preditivo – causal. Participaram no estudo 70 pessoas submetidas a artroplastia total da anca, 35 do grupo experimental e 35 do grupo controlo. Em ambos os grupos, a maioria das pessoas (57% vs 66%, respectivamente) pertence ao género feminino e a média de idades é de 71,6 anos para o grupo experimental e 74,8 anos para o grupo controlo. Foi aplicado um formulário que permitiu caracterizar a amostra no que concerne a dados pessoais, variáveis clínicas, funcionalidade familiar. Para recolher informações sobre a independência funcional foi aplicada a Escala de Barthel Modificada (Lima, 1995). Resultados: Os dados mostram que, face aos factores sócio – demográficos, só o género influencia a independência funcional, e que os sujeitos que receberam ensino pré – operatório no momento da alta obtiveram valores significativamente mais elevados de independência funcional e permaneceram menos tempo internados no hospital que os sujeitos que não receberam o referido ensino. Palavras-chave: Artroplastia total da anca; enfermeira especialista de reabilitação; ensino pré-operatório; família; independência funcional.
ABSTRACT Background: Nowadays, total hip arthroplasty, is one of the most successful surgeries, allowing important benefits on health care, mainly, regarding motor function recovery and the decrease of hospital length stay. This success is mostly due to the education provided to the patient, since it helps changing behavior patterns that allows a short recovery time, still in a safe and effective way. For the skills inherent in his expertise, the specialist nurse in rehabilitation should: teach, instruct and train the techniques to apply, in order to maximize the performance on motor level, taking into attention the person individual objectives. Objectives: Evaluate the effect of pre-operative teaching on functional independence in persons undergoing total hip arthroplasty, at the time of discharge. Evaluate the effect of pre-operative teaching on hospital length stay, in persons undergoing total hip arthroplasty. Characterize the sample in socio-demographic terms. Conduct a clinical characterization of persons undergoing total hip arthroplasty. Analyze the correlation between the attribute variables (gender, age, marital status) and the functional independence of persons undergoing total hip arthroplasty. Methods: The research model adopted is the quantitative type, experimental, predictive - causal. 70 people undergoing total hip arthroplasty participated in the study, 35 of the experimental group and 35 in the control group. In both groups, most people (57% vs 66%, respectively) were females and the average age is 71.6 years old, for the experimental group and 74.8 years for the control group. It was applied a form that allowed to characterize the sample according personal data, clinical variables, family functionality. To gather information on the functional independence it was applied the Modified Barthel Scale (Lima, 1995). Results: The data shows that according to socio-demographic factors, only gender influences functional independence, and that subjects who received pre-operative teaching, at the time of discharge, had significantly higher levels of functional independence and minor hospital length stay than subjects who did not receive such education. Keywords: total hip arthroplasty, specialist nurse in rehabilitation, pre-operative teaching, family, functional independence.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/2203
Aparece nas colecções:ESSV - UER - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
FERNANDES, Silvia Cristina Monteiro - Dissertação mestrado RESTR..pdfDocumento principal1,24 MBAdobe PDFVer/Abrir
FERNANDES, Silvia Cristina Monteiro - Páginas Prelim.pdfPáginas preliminares435,27 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.