Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/2241
Título: Matemática e literatura infantil : uma proposta de análise
Autor: Barroso, Helena da Cunha
Orientador: Menezes, Luís
Palavras-chave: Matemática
Ensino/aprendizagem
Literatura infantil
Mathematics
Teaching / learning
Children's Literature
Data de Defesa: Mai-2013
Resumo: Este trabalho de investigação tem como objetivo analisar em termos matemáticos o livro “Histórias…com Matemática II” e retirar daí implicações para o plano didático. Para tal, procurou-se dar resposta às seguintes questões orientadoras: (i) Que imagem é que o livro transmite da Matemática? (ii) Que temas matemáticos são abordados no livro e de que maneira isso é feito? (iii) Que diferenças, na abordagem matemática, são possíveis encontrar entre as histórias/autores? (iv) Que implicações didáticas podem emergir destas histórias? O livro “Histórias… com Matemática II” é composto por nove histórias, três escritas por alunos do 1.º ciclo do ensino básico; três escritas por alunos do 2.º ciclo do ensino básico; e as três restantes escritas por professores do ensino superior. O enquadramento teórico encontra-se organizado em cinco secções: (i) a aprendizagem da Matemática nos primeiros anos de escolaridade; (ii) documentos curriculares para a Matemática no ensino básico; (iii) Leitura e literatura infantil; (iv) Matemática e literatura infantil; e (v) Literatura infantil e Matemática escolar: alguns casos. Dado o objeto de estudo, a metodologia da investigação adotada segue uma abordagem de natureza essencialmente qualitativa, com base na recolha documental das nove histórias. Os resultados do estudo mostram diferenças entre as histórias da autoria dos alunos e as histórias da autoria dos professores. Os alunos abordam a Matemática de forma explícita, fazendo um uso intensivo de vocabulário matemático, tendendo a situar a narrativa no “mundo” da Matemática e a fazerem intervir personagens que são elementos da própria Matemática (como grafos e números). Já as histórias dos professores apresentam a Matemática de forma mais implícita, recorrem a menos vocabulário matemático e situam a trama num contexto mais realista. A forma como os problemas matemáticos surgem nas histórias dos alunos e dos professores é também diferente. Nas primeiras, os problemas tendem a ser resolvidos enquanto nas segundas se privilegiam as narrativas abertas. Em comum, as histórias apresentam a Matemática como uma atividade agradável e importante na vida das pessoas. Os temas matemáticos mais tratados são “Números e operações” e “Geometria e medida”. As histórias apresentam potencialidades didáticas, que são diferentes nas histórias da autoria dos alunos e dos professores.
This study work aims to analyze mathematically the children`s book "Stories ... with Mathematics II" and draw implications for the teaching. For this, I sought to answer the following guiding questions: (i) What image does the book reveal from mathematics? (ii) Which mathematical topics are covered in the book and how is it done? (iii) What differences in the mathematical approach are possible to find between the stories / authors? (iv) What didactical implications may emerge from these stories? The book "Stories ... with Mathematics II" is composed of nine stories, three written by students of the 1st cycle of basic education (1st to 4th grades); three written by students of the 2nd cycle of basic education (5 th to 6th grades); and the remaining three written by university teachers. The theoretical framework is organized into five sections: (i) the learning of mathematics in the early years of schooling; (ii) curriculum documents for mathematics in primary education; (iii) Reading and children's literature; (iv) mathematics and children's literature; and (v) children's literature and school mathematics: some cases. Given the object of study, the research methodology used follows essentially an qualitative approach, based on the documentary collection of nine stories. The study results show differences between the stories written by the students and the stories authored by the teachers. Students approach mathematics explicitly, making intensive use of mathematical vocabulary, tend to situate the narrative in the "world" of the mathematics and to involve characters that are elements of mathematics itself (such as graphs and numbers). While the stories of teachers present mathematics more implicitly, rely on less mathematical vocabulary and place the novel in a more realistic context. The way in which math problems are presented in the stories of students and teachers is also different. In the first stories, the problems tend to be solved while in the other stories (written by teachers) predominate open narratives. In common, the stories present mathematics as an enjoyable and important activity in people's lives. The mathematical topics most treated are "Numbers and Operations" and "Geometry and measurement." The stories present didactic potentialities, revealing differences between the stories by the students and the ones by the teachers
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/2241
Designação: Mestrado em Didática da Matemática
Aparece nas colecções:ESEV - DCEN - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese.pdf6,04 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.