Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/2268
Título: De minoria à integração : que percursos metodológicos?
Autor: Oliveira, Elsa Cristina Marques de
Orientador: Matos, Isabel Aires de
Palavras-chave: Integração
Alunos não nacionais
Estratégias metodológicas
Português L2
Integration
Portuguese as a non-mother tongue foreign students
Methodological strategies
Data de Defesa: Jul-2014
Resumo: Resumo O presente estudo empírico, de natureza descritiva, realizado com recurso a um inquérito por questionário e entrevistas semiestruturadas, pretendeu enumerar a diversidade linguística presente na comunidade escolar do ensino básico, bem como as condições em que a integração dos alunos de origem estrangeira se opera. Para tal, procurou reunir o conjunto de estratégias de atuação utilizado pelos professores e instituições que tiveram que gerir o desafio de integrar aqueles alunos, numa década de grandes oscilações no afluxo de estrangeiros ao território nacional. Dados recentes da DGEEC apontam para uma queda do número de alunos não nacionais, na rede pública de estabelecimentos, em cerca de 15%, apenas entre 2011 e 2012. Procedimentos como a utilização de glossários temáticos, a tradução, o ensino individualizado, a tutoria de pares e o respeito pelo ritmo de aprendizagem dos alunos constituíram estratégias metodológicas de uso recorrente. A elaboração de programas curriculares e planos de integração afiguram-se como outras variantes metodológicas com relevo na aprendizagem do português como segunda língua. Como principal dificuldade surge no processo de ensino/aprendizagem a comunicação, no entanto, apesar desta, os alunos integram-se e obtêm resultados satisfatórios num curto espaço de tempo. Conclui-se que a partilha e a articulação entre os diferentes atores educativos aliadas à constante avaliação dos efeitos provocados por cada iniciativa são pontos chave para a obtenção de sucesso.
Abstract: The present empirical study, of a descriptive nature, carried out using a questionnaire and semi-structured interviews, purported to enumerate the linguistic diversity present in the basic education school community as well as the conditions under which the integration of foreign students occurs. For that purpose, one sought to gather together the set of strategies of action used by teachers and institutions who had to manage the challenge of integrating those students, in a decade with a large amount of oscillations in the influx of foreigners to the national territory. Recent data from DGEEC point to a fall in the number of non-national students, in the public schools network, of about 15 % between 2011 and 2012 only. Procedures such as the use of thematic glossaries, translation, individualized instruction, peer tutoring and respect for the learning rhythm of students constituted recurrently used methodological strategies. The development of curriculum programs and integration plans appear to be other methodological variants with an emphasis on learning Portuguese as a second language. Communication emerges as a major difficulty in the teaching and learning process, however, despite this fact, students integrate and attain satisfactory results in a short time. One concludes that the act of sharing and the articulation between the different educational actors combined with a constant evaluation of the effects brought about by each initiative are the keys to achieve success.
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/2268
Designação: Mestrado em Didática de Português
Aparece nas colecções:ESEV - DCL - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
capa-esev-95fls_1.pdf1,73 MBAdobe PDFVer/Abrir
folha-rosto-esevMINORIA.pdf2,59 MBAdobe PDFVer/Abrir
Versaofinalmestrado3.pdf3,27 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.