Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/2269
Título: Caracterização do Engaço da Uva e Avaliação do seu Potencial como Matéria‐Prima Lenhocelulósica
Autor: Prozil, Sónia
Mendes, Joana
Evtuguin, Dmitry
Lopes, Luísa P. Cruz
Palavras-chave: Engaço da uva
Celulose
Lenhina
Xilanas
Grape stalks
Xylan
Cellulose
Lignin
Data: 2013
Editora: Instituto Politécnico de Viseu
Citação: Prozil, Sónia; Mendes, Joana; Evtuguin, Dmitry & Lopes, Luísa P. Cruz (2013). Caracterização do Engaço da Uva e Avaliação do seu Potencial como Matéria‐Prima Lenhocelulósica. Millenium, 44 (janeiro/junho). Pp. 23‐40
Resumo: Resumo O presente estudo avalia a composição química detalhada do engaço da uva de modo a encontrar novas formas para a sua valorização. O engaço da uva é um subproduto vinícola de origem lenhocelulósica, com 30-31% de celulose, 21% de hemicelulose, 17-18% de lenhina, 15-16% de taninos e cerca de 6,0% de proteínas. A análise dos monossacarídeos mostrou que, a seguir à celulose, a xilana é o segundo polissacarídeo mais abundante no engaço (ca. 12%). A celulose foi isolada pelo método Kürscher e Hoffer e foi caracterizada por difração de raios-X (DRX). Esta análise revelou a existência de uma célula unitária típica de celulose I com um elevado grau de cristalinidade (ca. 75%). Também foi possível verificar uma elevada abundância de compostos extratáveis em água (ca. 24%), atribuídos principalmente a sais inorgânicos solúveis, taninos hidrolisáveis e pectinas. A lenhina Klason foi caracterizada por espectroscopia de infravermelho e espectroscopia de ressonância magnética tendo-se verificado tratar-se de uma lenhina do tipo HGS, com predominância de unidades guaiacilo.
Abstract The present study evaluates the detailed chemical composition of grape stalks to find new forms of recovery. Grape stalk is a by-product from winemaking process of lignocellulosic source with 30-31% cellulose, 21% hemicellulose, 17-18% lignin, 15-16% tannin and about 6.0% protein. Analysis of monosaccharides showed that, after cellulose, the xylan is the second most abundant polysaccharide in stalks (ca. 12%). Cellulose was isolated by the Kürscher and Hoffer method and was characterized by X-ray diffraction (XRD). This analysis revealed the existence of a typical unit cell of cellulose I with a high degree of crystallinity (ca. 75%). It was also observed a high abundance of water extractable compounds (ca. 24%), attributed to mainly soluble inorganic salts, hydrolysable tannins and pectins. Klason Lignin was characterized by infrared spectroscopy and magnetic resonance spectroscopy and it was found that this is a HGS lignin-type, predominantly with guaiacyl units.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/2269
Aparece nas colecções:RE - Número 44 - Junho de 2013

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
3.pdf529,25 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.