Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/2289
Título: María Teresa: Uma Imagem Mórbida da Nação Argentina em Ciencias Morales de Martín Kohan
Autor: Skrepetz, Inês
Palavras-chave: Ciencias Morales
Ditadura
Martín Kohan
Dictatorship
Data: Dez-2013
Editora: Instituto Politécnico de Viseu
Citação: Skrepetz, Inês (2013). María Teresa: Uma Imagem Mórbida da Nação Argentina em Ciencias Morales de Martín Kohan. Millenium, 45 (junho/dezembro). Pp. 123-140.
Resumo: Resumo Quase três décadas após um dos períodos mais dramáticos da história argentina (o período ditatorial de 1976-83), o escritor argentino Martín Kohan escreveu a narrativa ficcional Ciencias Morales. O romance explora como María Teresa, a personagem principal, absorve gradualmente a ideologia repressiva. Ela desenvolve um “gosto pela obediência”, uma cumplicidade mórbida com o poder estabelecido da época. Neste artigo, procuramos discutir o problema da introjeção acrítica do autoritarismo a partir das perspectivas de Freud, Zizek e Did-Huberman
Abstract Nearly three decades after one of the most dramatic periods of Argentine History (the 1976-83 dictatorial period), the Argentine writer Martín Kohan wrote the fictional narrative Ciencias Morales. The novel explores how María Teresa, the main character, gradually absorbs the repressive ideology. She develops a "taste for obedience," a morbid complicity with the established power at the time. In this article, we discuss the problem of uncritical introjection of authoritarianism based on the perspectives of Freud, Zizek and Didi-Huberman.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/2289
Aparece nas colecções:RE - Número 45 - Dezembro de 2013

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
7.pdf190,93 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.