Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/2559
Título: Prevalência dos acidentes em espaço escolar e percepção dos agentes educativos
Autor: Venâncio, Maria Alice Varanda Duarte
Orientador: Duarte, João Carvalho
Chaves, Cláudia Margarida Correia Balula
Palavras-chave: Acidentes
Acidentes por quedas
Agressão
Conhecimentos, atitudes e prática em saúde
Criança
Escolas
Prevalência
Prevenção de acidentes
Profissionais de educação
Accident prevention
Accidental falls
Accidents
Aggression
Child
Educational personnel
Health knowledge, attitudes, practice
Prevalence
Schools
Data de Defesa: 24-Mar-2014
Resumo: Enquadramento: O ambiente escolar é propício à ocorrência de acidentes, porque é o local onde um grande número de crianças e jovens interage, desenvolvendo as mais diversas atividades, ávidos de explorar o mundo. Objetivos: Determinar a prevalência dos acidentes em espaço escolar, ocorridos nas escolas do concelho de Viseu, nos anos letivos de 2009 a 2012; Conhecer as conceções, atitudes e sentimentos que os agentes educativos apresentam face ao acidente escolar e à sua prevenção. Métodos: uma investigação quantitativa e de análise descritiva (estudo 1) e outra qualitativa (estudo 2). O estudo 1 teve por base a análise da “Ficha de registo de acidentes escolares e peri-escolares”, em arquivo na Unidade de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde do Dão-Lafões, de 2009 a 2012. O estudo 2 é realizado com recurso à aplicação de um inquérito por questionário, com 19 questões, a 12 participantes. Resultados: No total dos 3 anos letivos em estudo (setembro de 2009 a junho de 2012) foram registados pelas escolas do concelho de Viseu 1890 acidentes. Numa análise da sinistralidade por alunos matriculados e ano letivo observamos que no ano letivo 2009/2010 a sinistralidade é de 3,91%, sendo de 4,49% nos anos letivos seguintes. É no terceiro ciclo do EB que mais acidentes acontecem, sendo a queda e o acidente na aula de educação física o tipo e local mais frequente. Do total dos doze participantes no estudo qualitativo (estudo 2), apenas dois percecionam os acidentes em espaço escolar como um evento frequente e consideram que a articulação escola-saúde deve ser melhorada. Conclusões: A articulação da saúde, concretamente dos cuidados de saúde primários, com a escola no âmbito da prevenção primária dos acidentes em espaço escolar (medidas que previnem a ocorrência dos acidentes ou que diminuem a transferência de energia sobre a vítima) e secundária (medidas que reduzem a gravidade dos ferimentos, ou seja, as que envolvem o atendimento à vítima) deve ser melhorada. Palavras-chave: Acidentes em espaço escolar; prevenção de acidentes; perceção dos agentes educativos.
Abstract Background: School environment is conducive to accidents, because it is where a large number of children and young people interact, developing various activities, eager to explore the world. Objectives: To determine the prevalence of accidents in school space, occurring in schools in the municipality of Viseu, in the school years 2009-2012; knowing the conceptions, attitudes and feelings that educators have towards school accidents and their prevention. Methods: a quantitative and descriptive investigation (study 1) and a qualitative investigation (study 2). The study 1 is based on the analysis of the "application form for school and peri-school accidents," on file in the Public Health Unit in the Grouping Health Centers Dão-Lafões, 2009 to 2012. The study 2 is conducted using the application of a questionnaire with 19 questions to12 participants. Results: A total of 3 years academic study (September 2009 to June 2012) were recorded by schools in the municipality of Viseu 1890 accidents. In an analysis of loss ratio by students enrolled and school year observed that in the school year 2009/2010 the loss ratio was 3.91%, and 4.49% in the following school years. It is the third cycle of the EB that most accidents happen, and fall and crash in physical education class the most common type and place. In the total of the twelve participants in the qualitative study (Study 2), only two perception accidents in school as a frequent event. Conclusions: The cooperation of healthcare, particularly of primary health care, with the school as part of primary prevention of accidents in school space (measures that prevent the occurrence of accidents or that reduce the transfer of energy to the victim) and secondary (measures that reduce severity of injury, that is, those involving care for the victim) should be improved. Key-words: Accidents at school; accident prevention; perception of educators.
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/2559
Designação: Mestrado em Enfermagem de Saúde Comunitária
Aparece nas colecções:ESSV - UESPFC - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
VENANCIO, Maria Alice Varanda Duarte - DissertMestrado.pdfDocumento principal7,9 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.