Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/2568
Título: A ideação suicida na toxicodependência
Outros títulos: Revisão sistemática da literatura
Autor: Costa, Rui Manuel Pereira
Orientador: Albuquerque, Carlos Manuel Sousa
Gonçalves, Amadeu Matos
Palavras-chave: Factores de risco
Ideação suicida
Perturbações relacionadas com o uso de substâncias
Revisão
Review
Risk factors
Substance-related disorders
Suicidal ideation
Data de Defesa: 2-Jun-2014
Resumo: Enquadramento: A ideação suicida pode ser considerada o primeiro marcador de risco suicida, no caso concreto em toxicodependentes, tendo em conta que o fenómeno da toxicodependência é um complexo e dinâmico processo biopsicossocial. Sem tratamento adequado, pode ter efeitos negativos significativos sobre a vida dos toxicodependentes, incluindo um risco aumentado de comportamentos suicidários, como a ideação suicida. Objetivo: O objetivo central deste trabalho foi explorar a influência da toxicodependência na ideação suicida. Métodos: O desenho de investigação seguido foi a revisão sistemática da literatura. A procura de artigos para a concretização deste trabalho foi realizada de forma cuidadosa e sistemática em duas bases de dados: PubMed, Lilacs, Scielo, Google Academic e B-on. Estabeleceu-se um horizonte temporal de 7 anos (2005 até 2012), recorrendo aos seguintes descritores: “comportamentos suicidários”; “ideação suicida”; “toxicodependência” e “ideação suicida na toxicodependência”. Foram encontrados 18 artigos, dos quais apenas 6 foram analisados, dado obedecerem, na sua plenitude, aos critérios de inclusão. Resultados: A toxicodependência é um fator de risco da ideação suicida. Um número significativo de toxicodependentes revela pensamentos/comportamentos suicidas. Os resultados apurados demonstraram que, na maioria dos estudos, as mulheres toxicodependentes são mais vulneráveis à ideação suicida e às tentativas de suicídio. Predominaram os indivíduos toxicodependentes na faixa etária entre 20 e 29 anos, tendo-se inferido que as variáveis sexo e idade interferem na prevalência da ideação suicida nos toxicodependentes Tentativas anteriores de suicídio e evidências de depressão ou outra doença psiquiátrica são fatores que contribuem para uma aumento de comportamentos suicidários nos toxicodependentes, destacando-se a presença de ideação suicida. Conclusão: Este trabalho, ao nível de implicações na prática profissional, contribuiu para reforçar a ideia de que a prevenção da ideação suicida nos toxicodependentes passa por estabelecer com a pessoa em risco uma relação de confiança e empatia que permita a verbalização e exteriorização do sofrimento psicológico, para posteriormente promover uma intervenção especializada e eficaz. Mesmo na ausência de ideação suicida expressa, o conhecimento dos fatores de risco podem ajudar a identificar indivíduos com ideação suicida. Palavras-Chave: Comportamentos suicidários; ideação suicida; toxicodependência; revisão sistemática da literatura.
ABSTRACT Background: Suicidal ideation may be considered the first marker of suicide risk, in this case on drug, taking into account that drug dependence is a complex and dynamic biopsychosocial process. Without proper treatment, may have significant negative effects on the lives of addicts, including an increased risk of suicidal behavior, such as suicidal ideation. Aim: To investigate the influence of addiction on suicidal ideation. Methods: The research design followed was a systematic literature review. The search for articles in achieving this work was carried out in a careful and systematic in two databases: PubMed, Lilacs, Scielo, Google Academic e B-on. Established a timeframe of seven years (2005 to 2012), using the following descriptors: "suicidal", "suicide ideation", "addiction" and "suicidal ideation in addiction." 18 items were found, of which only six were analyzed once met the inclusion criteria. Results: Drug addiction is a risk factor for suicidal ideation. A significant number of addicts reveal thoughts/suicidal behaviors. The results obtained showed that, in most studies, the addicted women are more vulnerable to suicidal ideation and suicide attempts. Predominated addicts individuals aged between 20 and 29 years old, having inferred the gender and age variables influence the prevalence of suicidal ideation among drug addict’s previous suicide attempts and evidence of depression or other psychiatric illness are factors that contribute to increase of suicidal behavior among drug addicts, highlighting the presence of suicidal ideation. Conclusion: This work, in terms of implications for professional practice, reinforced the idea that the prevention of suicidal ideation among drug addicts going to establish with the person at risk a relationship of trust and empathy that allows verbalization and externalization of psychological distress, to subsequently promote specialized and effective intervention. Even in the absence of expressed suicidal ideation, knowledge of risk factors may help identify individuals with suicidal ideation. Keywords: Suicidal Behaviors; suicidal ideation; addiction; systematic literature review.
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/2568
Designação: Mestrado em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria
Aparece nas colecções:ESSV - UESMP - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
COSTA, Rui Manuel Pereira - DissertMestrado EMBARGO 24 ABR 2015.pdfDocumento principal373,39 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.