Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/2736
Título: Empowerment and adherence to the therapeutic regimen in people with diabetes
Autor: Cunha, Madalena
André, Suzana
Granado, João
Albuquerque, Carlos
Madureira, António
Palavras-chave: Diabetes mellitus
Empowerment
Therapeutics
Patient compliance
Capacitação
Cooperação do doente
Terapêutica
Data: 16-Jan-2015
Editora: Elsevier
Citação: Cunha, M., André, S., Granado, J., Albuquerque, C., & Madureira, A. (2015). Empowerment and adherence to the therapeutic regimen in people with diabetes. Procedia: Social and Behavioral Sciences, 171, 289–293. doi10.1016/j.sbspro.2015.01.124
Resumo: A Diabetes Mellitus é uma doença crónica responsável por complicações que, não só limitam a vida do indivíduo, como também contribuem para um elevado índice de morbi-mortalidade. Desta forma, torna-se importante capacitar a pessoa para a gestão adequada do seu regime terapêutico. Promover o empowerment do individuo com diabetes assume-se como uma estratégia facilitadora da obtenção de ganhos em saúde e em qualidade de vida. Como objectivos, pretendeu-se analisar a relação das variáveis sociodemográficas e clínicas com a adesão ao regime terapêutico em pessoas com diabetes e determinar o efeito preditivo do empowerment no processo de adesão. A maioria dos participantes pontuou com elevado empowerment (38,7%), verificando-se ainda existir uma associação positiva e significativa entre este e a adesão ao regime terapêutico, ou seja, quanto maior o empowerment, maior é a adesão. Os resultados do estudo mostram que o empowerment e as variáveis sociodemográficas e clínicas se relacionam significativamente com a adesão ao regime terapêutico pelo que devem ser consideradas quando se planeiam intervenções de educação terapêutica e clínica para as pessoas com diabetes.
Abstract Diabetes mellitus is a chronic disease responsible for complications, which not only limit individuals’ lives, but also contribute to a high level of morbidity and mortality. Thus, it is important to enable people to manage their therapeutic regimen appropriately. Promoting empowerment the individuals with diabetes is an enabling strategy which facilitates gains in health and quality of life. The aim of this study is to examine the relationship of demographic and clinical variables with adherence to therapeutic regimen in people with diabetes and determine the predictive effect of empowerment in the process of adherence. Most participants scored with high level of empowerment (38.7%). A positive and significant relationship between this and adherence to the therapeutic regimen was found; that is, the higher the level of empowerment, the greater the adherence. The results show that empowerment and the socio-demographic and clinical variables have a significant relationship with adherence to treatment regimen and should be considered when planning therapeutic interventions and clinical education for people with diabetes.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/2736
DOI: 10.1016/j.sbspro.2015.01.124
Versão do Editor: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1877042815001548
Aparece nas colecções:ESSV - UEMC - Artigos publicados em revista científica (Indexados à ISI)



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.