Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/2749
Título: Qualidade e credibilidade no ciberjornalismo: representações de estudantes do 1.º Ciclo de estudos em Comunicação Social
Autor: Melão, Dulce
Palavras-chave: ciberjornalismo
representações
credibilidade
qualidade
Data: Mar-2015
Editora: Observatório do Ciberjornalismo
Citação: Melão, D. (2015). Qualidade e credibilidade no ciberjornalismo: representações de estudantes do 1.º Ciclo de estudos em Comunicação Social. In A. I. Reis, F. Zamith, H. Bastos & P. Jerónimo (Org.) Qualidade e Credibilidade no Ciberjornalismo – Livro de Atas do IV Congresso Internacional de Ciberjornalismo (pp. 143-157). Porto: Observatório do Ciberjornalismo
Resumo: Na atual sociedade em rede, os cidadãos participam em contextos comunicacionais de cariz fragmentado e fluído, sendo chamados a selecionar a informação de forma cada vez mais célere e eficaz. Um dos mediadores privilegiados de tal informação é o (ciber)jornalista que atua hoje em cenários complexos e diversificados, utiliza quotidianamente os Media sociais e almeja facultar o acesso à informação que se pretende credível e de qualidade. Refletir sobre tais aspetos reveste-se, assim, de particular relevância para os estudantes de Comunicação Social cujo futuro profissional poderá passar pelo ciberjornalismo e cujo presente é já tecido de múltiplos (desa)fios implícitos na sua relação com os Media. Conhecer as representações destes estudantes sobre a qualidade e credibilidade do ciberjornalismo mesmo poderá, pois, permitir uma melhor compreensão do modo como o encaram atualmente. A tal luz, nesta comunicação procuramos refletir sobre o trabalho autónomo realizado por estudantes do 1.º ano do 1.º Ciclo de estudos em Comunicação Social numa instituição do ensino superior politécnico Portuguesa, na unidade curricular de Teoria da Informação e da Comunicação II, enquanto parte integrante do processo de ensino-aprendizagem. Assim, temos como objetivos: i) realizar uma breve revisão de literatura sobre a relevância atual da esfera pública digital enquanto possível germinadora de múltiplas possibilidades de (re)ler o mundo, no qual podem interagir o (ciber)jornalista e o jornalista cidadão; ii) refletir sobre o modo como os estudantes, enquanto participantes ativos em tal universo em (re)construção, revelam encarar a qualidade e a credibilidade do ciberjornalismo a partir das reflexões individuais realizadas no âmbito do seu trabalho autónomo na unidade curricular acima citada, indagando que dimensões lhe atribuem e quais as razões que lhes subjazem. Neste estudo de tipo exploratório no qual participaram sessenta estudantes, integrados em duas turmas, foi considerada adequada uma abordagem de natureza qualitativa, tendo como instrumento privilegiado as reflexões individuais dos estudantes e sendo utilizada a técnica de análise de conteúdo. Foi possível concluir que os estudantes atribuem, globalmente, pouca credibilidade e qualidade ao ciberjornalismo, associando-as, antes, ao jornal impresso. Os estudantes consideraram como vantagens do ciberjornalismo: i) a celeridade de obtenção de informação; ii) a disponibilidade, quase imediata, das notícias do país e do mundo e iii) a comodidade relacionada com o uso da tecnologia. Conclui-se, ainda que de forma provisória, que se reveste de importância conhecer estas representações dos estudantes, de forma mais alargada, de modo a que possam ser realizados projetos de cariz individual e coletivo que lhes possibilitem uma visão holística da realidade e participação em exercícios de cidadania mais responsáveis e ativos.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/2749
ISBN: 978-989-98199-1-7
Aparece nas colecções:ESEV - DCL - Documentos de congressos (comunicações, posters, actas)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
cobciber4atas_Melão.pdf183,03 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.