Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/2769
Título: Avaliação do ensino superior na ótica dos estudantes e consequentes propostas de melhoria
Autor: Martins, Rosa
Ribeiro, Olivério
Albuquerque, Carlos
Andrade, Ana
Palavras-chave: Ensino superior
Higher education
Estudantes
Students
Avaliação pedagógica
Pedagogy
Assessment
Data: 2012
Editora: AULP, Associação das Universidades de Língua Portuguesa
Citação: Martins, R., Ribeiro, O., Albuquerque, C. & Andrade, A. (2012). Avaliação do ensino superior na ótica dos estudantes e consequentes propostas de melhoria. In Ensino superior e investigação científica no espaço da CPLP: XXII Encontro da Associação das Universidades de Língua Portuguesa (pp. 101-109.). Maputo: AULP.
Resumo: Enquadramento: As Políticas Governamentais actuais identificaram, como objectivo crucial para o Ensino Superior, a avaliação da sua Qualidade. A avaliação da qualidade tem por objecto a qualidade do desempenho dos estabelecimentos de ensino superior em função do cumprimento da sua missão e que, no quadro da evolução para um sistema de ensino baseado no desenvolvimento de competências, tenha em consideração a adequação do ensino ministrado em cada ciclo de estudos às competências cuja aquisição devem assegurar. Para serem bem sucedidas as Instituições do ensino superior devem instituir processos que garantam a auto-reflexão e a auto-avaliação. Assim na prossecução deste objectivo a Escola Superior de Saúde e o Instituto Politécnico de Viseu, validou algumas escalas de opinião dos estudantes sobre o processo ensino-aprendizagem e consequentemente estabeleceu algumas propostas de melhoria. Objectivos: Conhecer a opinião dos Estudantes do 1ºano do Curso de licenciatura em Enfermagem sobre o desempenho pedagógico da instituição e propostas de melhoria disponibilizadas pela Unidade orgânica. Métodos: Estudo descritivo, transversal de caracter quantitativo, aplicado a uma amostra (não probabilística por conveniência), constituída por 124 Estudantes,sendo estes maioritariamente do sexo feminino, com idades médias de 18,3 anos. Resultados: Os dados mostram que os estudantes avaliam de uma forma muito positiva (86,3% afirma considerar muito e totalmente adequado) as dimensões auto-avaliação, natureza da Unidades curriculares, e a implementação dos conteúdos programáticos. Entendem ainda que os aspectos relativos as estratégias de avaliação nºde ECTS e trabalho do estudante, meios informativos gerais, acesso a documentação e medidas de apoio social precisam ser melhorados. Face a esta avaliação as medidas de apoio implementadas foram: • Acesso a várias redes telemáticas, incluindo Bases de Dados Científicas; • Desenvolvimento e implementação da rede interna de comunicação através da Secretaria Virtual (plataforma e-learning: gestão on-line, do processo ensino – aprendizagem, consultas do processo académico, realização de matrículas …); • Acesso alargado ao Serviço de Biblioteca e Documentação com acervo específico para a área científica de Enfermagem e Saúde; • Atendimento ao aluno para além das horas de contacto estipuladas no Plano de Curso; • Atribuição de Bolsas de Estudo por Mérito; • Apoio da Acção social – Bolsas de Estudo para alunos carenciados; Residências com serviços de apoio, (lavandaria… ); Serviço de Refeições “Comparticipadas”;
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/2769
ISBN: 978-989-9271-06-8
Aparece nas colecções:ESSV - UER - Capítulos (ou partes) de Livros

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ensino_superior.pdf221,48 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.