Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/2864
Título: Determinantes dos hábitos alimentares nos estudantes do ensino profissional
Autor: Fonseca, Maria Cristina Pereira Morgado
Orientador: Andrade, Ana Isabel Nunes Pereira Azevedo
Duarte, João Carvalho
Palavras-chave: Adolescente
Ensino profissional
Estudantes
Exercício físico
Família
Hábitos alimentares
Adolescent
Education, professional
Exercise
Family
Food habits
Students
Data de Defesa: 4-Fev-2015
Resumo: Introdução - A alimentação considera-se um elemento chave na definição de planos estratégicos para a prevenção de doenças crónicas. Na adolescência consolidam-se hábitos e aumentam as necessidades nutricionais. Os adolescentes expõem-se a novas experiências alimentares e a família é fundamental na criação e explicação dos hábitos alimentares. Objetivos - Caracterizar os hábitos alimentares dos estudantes do ensino profissional. Analisar a relação das variáveis sociodemográficas, académicas, de atividade física e de contexto familiar com os hábitos Alimentares. Método: Estudo de natureza quantitativa descritivo-correlacional. Amostra não probabilística de 249 estudantes (15 -19 anos M= 17,28 ± 0,98) de duas escolas do ensino profissional. O instrumento de recolha inclui a avaliação antropométrica, um questionário e sociodemográfico, académico, familiar, Escala FACES II (coesão e adaptabilidade familiar) e Escala de Hábitos Alimentares (EHA). Resultados: A maioria dos estudantes (99,6%) apresenta hábitos alimentares adequados. Existe relação entre as dimensões (quantidade, qualidade, variedade e adequação) dos hábitos alimentares e o género, rendimento escolar, coabitação, estado civil dos pais, ambiente familiar, frequência de refeições familiares, e atividade física. As variáveis género masculino, adaptabilidade familiar e IMC revelaram-se preditoras das dimensões da EHA. Conclusão: Os Hábitos alimentares mostraram-se multideterminados e adequados, mas devem continuar-se os esforços na sua manutenção. A adaptabilidade familiar revelou-se preditiva dos hábitos alimentares podendo sustentar a implementação de estratégias e intervenções centradas no adolescente e família no contexto da Enfermagem de saúde familiar. Palavras-chave: Hábitos Alimentares; adolescente; relações familiares; atividade motora.
Abstract Introduction: A healthy diet is considered a key element in defining strategic plans for preventing chronic diseases. During adolescence eating habits should be consolidated and there is an increase in the nutritional needs. Adolescents exposed to new food experiences and the family's help are fundamental in the creation and explanation of Eating Habits. Objectives: To characterize the Eating Habits of students in vocational education. To analyze the relationship of sociodemographic and academic variables, physical activity and the family context with their Eating Habits. Method: A descriptive-correlational and quantitative study. A judgment sample of 249 students (15 -19 years M = 17.28 ± 0.98) from two vocational education schools. The instruments for gathering data include anthropometric measurements and a sociodemographic, academic and family questionnaire, FACES Scale II (cohesion and family adaptability) and the Eating Habits Scale (EHS). Results: The majority of students (99.6%) have proper eating habits. There is a relationship between the dimensions (quantity, quality, variety and appropriateness) of the eating habits and gender, school performance, cohabitation, parental marital status, family environment, frequency of family meals and physical activity. The variables, which are male gender, family adaptability and BMI proved to be predictive of the dimensions of EHS. Conclusion: Eating Habits proved to bemulti-determined and adequate but there efforts should be continued for their maintenance. Family adaptability proved to be predictive of Eating Habits and it can support the implementation of strategies and interventions focused on adolescents and family in the context of Nursing for family health. Keywords: Food Habits; adolescent; family relations; motor activity.
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/2864
Designação: Mestrado em Enfermagem Comunitária
Aparece nas colecções:ESSV - UESPFC - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
FONSECA, MariaCristinaPereiraMorgado DM.pdfDocumento principal6,45 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.