Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/2867
Título: Uniformity
Autor: Brilhante, Fátima
Malva, Madalena
Mendonça, Sandra
Pestana, Dinis
Sequeira, Fernando
Velosa, Sílvio
Palavras-chave: amostras computacionalmente aumentadas
meta-análise
p-values aleatórios
Data: Jun-2013
Editora: Springer-Verlag
Citação: Brilhante, M. F., Malva, M., Mendonça, S., Pestana, D., Sequeira, F., and Velosa, S. (2013). Uniformity. In Lita da Silva, J.; Caeiro, F.; Natário, I.; Braumann, C.A. (eds.), Advances in Regression, Survival Analysis, Extreme Values, Markov Processes and other Statistical Applications, 73-81, Springer, Berlin. (doi: 10.1007/978-3-642-34904-1)
Resumo: Uma das questões de interesse em Meta Análise é: dado um conjunto de p-values observados em testes independentes, usando uma estatística de teste T para testar H0 vs. HA, como obter uma síntese? As respostas mais comuns devem-se a Tippett, a Fisher e a Stouffer, consulte-se Gomes et al. (2009) ou Sequeira (2009) para mais informação. Qualquer daqueles métodos assenta no facto de o teorema da transformação uniformizante indicar que, sob validade de H0, a amostra p vem de uma população uniforme padrão. Tippett usa a teoria distribucional dos mínimos, Fisher usa a relação entre uniformes e quis-quadrados, e Stouffer usa uma transformação em dados gaussianos. Por outro lado, como indicado em Gomes et al. (2009), sem efectivamente explorar esse facto, o uso da transformação de Sukhatme permite ainda usar a rica teoria dos espaçamentos e das estatísticas ordinais de espaçamentos, eventualmente conjugando depois com as os filões que Tippett, Fisher e Stouffer exploraram. Para além de iniciarmos as vantagens de usar amostras computacionalmente aumentadas como proposto em Gomes et al. (2009) e os correspondentes espaçamentos para melhor investigar a uniformidade de p, exploramos o conceito de p-values aleatórios. De facto, é questionável partir do pressuposto de uniformidade de p, que só faz sentido se H0 for efectivamente verdadeira — quando o que se está a pretender estabelecer é a rejeição global dessa hipótese nula.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/2867
DOI: 10.1007/978-3-642-34904-1
Aparece nas colecções:ESTGV - DMAT - Documentos de congressos (comunicações, posters, actas)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
brilhante.pdf249,16 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.