Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/2977
Título: Práticas supervisionadas de educação pré-escolar e ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico, inclusão e e intervenção educativa com crianças portadoras de Trissomia 21 em contexto de jardim-de-infância
Autor: Miranda, Ana Filipa Sousa
Orientador: Felizardo, Sara
Palavras-chave: Necessidades Educativas Especiais
Down Syndrom
Educação Especial
Educação Inclusiva
Inclusão
Trissomia 21
Special Needs Education
Special Education
Inclusive Education
Inclusion
Data de Defesa: 2015
Resumo: No último século, a atitude da sociedade para com as pessoas com limitações no seu desenvolvimento psicomotor, tal como a Trissomia 21, alterou-se. Esta atitude resultou da exigência dos pais, para que os filhos tivessem os mesmos direitos e oportunidades das crianças sem qualquer incapacidade. No mundo atual, a liberdade e a igualdade de oportunidades são direitos fundamentais, e todo o ser Humano deve preservar os seus valores pois são eles que nos influenciam e determinam aquilo que queremos fazer, que queremos ser, que queremos seguir, independentemente de qualquer diferença de capacidade intelectual ou motora. No âmbito do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico foi proposta a elaboração de um Relatório Final de Estágio, constituído por duas partes complementares. Primeiramente, encontra-se o tópico que incide sobre uma apreciação crítica de todo o percurso, nomeadamente, da Prática de Ensino Supervisionada II (PES II) e Prática de Ensino Supervisionada III (PES III), nos dois níveis de ensino, 1.º Ciclo do Ensino Básico e Educação Pré-Escolar, respetivamente. Esta parte contempla a caracterização do contexto, bem como a análise reflexiva das práticas concretizadas ao nível da PES II e da PES III. Aqui é também possível encontrar uma análise crítica das competências e conhecimentos profissionais desenvolvidos. A segunda parte foca um trabalho de investigação sobre a inclusão e a intervenção educativa com crianças portadoras de Trissomia 21 em contexto de jardim-de-infância, sendo este o problema em estudo. Para além disto, este estudo tem por objetivos: i) analisar aspetos do processo de inclusão destas crianças; ii) identificar os fatores facilitadores ou inibidores da inclusão; iii) perceber a relevância da formação e da preparação dos educadores de infância na inclusão; iv) identificar as estratégias de intervenção educativa e a articulação educativa dos educadores e pais destas crianças; e v) perceber os aspetos desenvolvimentais e familiares das mesmas. Quanto à metodologia trata-se de um estudo de cariz qualitativo, exploratório e de carácter descritivo, com recurso a entrevistas semi-estruturadas a pais e educadores. Após a realização do estudo, os resultados apontam para o facto de muitos educadores se depararem com crianças com esta síndrome incluídas nas suas salas e, muitas vezes, não se encontram preparados para dar as respostas educativas adequadas a esta problemática podendo dificultar o desenvolvimento das suas potencialidades e, consequentemente, o seu processo de inclusão no jardim, na sala de atividades e no grupo. Isto acontece não só pela falta de formação, mas também pela falta de estratégias adequadas e, ainda, por pertencerem ao grupo dos fatores que condicionam a inclusão devido à falta de valores. Para além disto, foi possível entender a grande importância de um trabalho colaborativo entre educadores e pais, com um contacto próximo, frequente e informal nesta relação, na promoção da inclusão destas crianças.
In the last century the attitude of society towards people with limitations in their psychomotor development, such as Down Syndrome, has changed. This attitude resulted from the requirement of parents so that children have the same rights and opportunities of children with no disability. In today's world, freedom and equal opportunities are fundamental rights, and all human being must preserve its values because they are the ones who influence and determine what we want to do, we want to be, we want to follow; regardless of any difference in intellectual ability or motor. Under the Master in Pre-School Education and Training of the 1st cycle of basic education was proposed to draw up an Internship Final Report, consisting of two complementary parts. First, is the topic that focuses on a critical appreciation of the entire journey, particularly the Supervised Teaching Practice II (PES II) and Practice of Supervised Teaching III (PES III) in both levels of education, 1 Cycle of Basic Education and Preschool Education, respectively. This part includes the characterization of the context and reflective analysis of the practices implemented at the level of the PES, PES II and III. Here you can also find a critical analysis skills and developed professional knowledge. The second part focuses on a research paper on the inclusion and educational intervention with children with Down Syndrome in kindergarten, childhood context. In this study the problem focuses around the inclusion and educational intervention of children with Down Syndrome, in the garden, for children. In addition this study aims to: i) analyze aspects of the inclusion of these children process; ii) identify factors facilitating or adding inhibitors; iii) realize the importance of training and preparation of kindergarten teachers in inclusion; iv) identify the educational intervention strategies and educational articulation of educators and parents of children; and v) the developmental aspects and families of these children. As for the methodology it is a qualitative nature study, exploratory and descriptive nature; using semi-structured interviews to parents and educators. After the study, the results point to the fact that many teachers faced with children with this syndrome included in their rooms and often are not prepared to give educational answers suited to their problems and may hinder the development of its potential and hence its process of inclusion in the garden, in the activity room and the group. This is not only because of lack of training, but also by the lack of appropriate strategies and be part of the factors that influence the inclusion due to their values. In addition, it was possible to understand the importance of a collaborative work between educators and parents, with a close contact, frequent and informal in this relationship; promoting inclusion of these children.
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/2977
Designação: Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico
Aparece nas colecções:ESEV - DPCE - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório Final de Estágio - Filipa Miranda - 9137.pdf1,75 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.