Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/307
Título: Representação socioprofissional dos enfermeiros - percepção dos utentes
Autor: Martins, Mónica
Dias, Maria
Palavras-chave: Enfermagem
Imagem socioprofissional do enfermeiro
Utentes
Data: Jun-2010
Editora: Instituto Politécnico de Viseu
Relatório da Série N.º: 38;
Resumo: Este artigo pretende apresentar alguns resultados obtidos numa pesquisa, efectuada no âmbito do mestrado em Gestão da Saúde, subordinada ao tema – A imagem dos enfermeiros percepcionada pelos doentes que cuida: Representações socioprofissionais dos enfermeiros. A enfermagem tem vindo a assumir ao longo da sua história um papel preponderante em múltiplos domínios de intervenção na área da saúde. Tem procurado responder aos desafios de partilhar experiências que possam de algum modo contribuir para firmar a identidade específica e o desempenho da profissão. De facto, assumindo um lugar cada vez mais distinto, a enfermagem tem-se afirmado como uma profissão em rápida mudança acompanhando a evolução científica e tecnológica. Considerando a enfermagem, esta é também investigação que surge em contexto de trabalho, despertando o tema tratado grande interesse, pois permitiu aceder a diversas imagens e representações do que é ser enfermeiro do ponto de vista dos utentes que cuida. Portanto, o principal objectivo era compreender a imagem socioprofissional do enfermeiro enquanto profissional de saúde. O estudo empírico baseou-se na realização de 210 questionários aplicados através de entrevistas aos doentes internados nos serviços de Cardiologia e Ortopedia do Hospital São Teotónio de Viseu. Pelos resultados do estudo podemos constatar que a valorização da prática profissional e ética, a prestação e gestão de cuidados, as relações interpessoais e o desenvolvimento profissional, não variam significativamente com a idade, com o estado civil, com o tempo, com o número de internamentos e o motivo de internamento, nem em função do serviço onde os utentes estiveram internados. Podemos ainda constatar que nestas dimensões são valorizadas de modo significativo pelos utentes a competência, a simpatia, sendo também reconhecida a importância do conhecimento como uma característica da maior competência do enfermeiro. No decorrer deste artigo encontram-se alguns resultados que emergiram das respostas obtidas e que nos parecem evidenciar, por um lado, a importância reconhecida à enfermagem, e, por outro, a representação e a imagem positiva que os utentes têm do enfermeiro.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/307
ISSN: 1647-662X
Aparece nas colecções:RE - Número 38 - Junho de 2010

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Representação socioprofissional dos enfermeiros - percepção dos utentes.pdf125,32 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.