Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/3323
Título: Os determinantes do investimento em FMN: o efeito moderador da probabilidade de insolvência e do ciclo de vida das empresas
Autor: Viana, Pedro João Brinca Gonçalves
Orientador: Rodrigues, Luís Fernandes
Palavras-chave: Ciclo de exploração
Crédito Comercial
Fundo de Maneio Necessário
Financiamento bancário
Probabilidade de Insolvência
Ciclo de Vida
Data de Defesa: 13-Jul-2016
Resumo: Pretendemos com o nosso estudo demonstrar quais os efeitos de três determinantes no Investimento em Fundo de Maneio Necessário que é considerado por vários autores como vital tanto para o crescimento como para a sustentabilidade das empresas ao longo do seu Ciclo de Vida. Iremos também demonstrar que para além do comportamento e relação desses determinantes com o Investimento em Fundo de Maneio Necessário (FMN), registam-se influências provocadas pelos efeitos moderadores da Probabilidade de Insolvência e do próprio Ciclo de Vida das empresas. Através da análise dos nossos resultados mostraremos como a Rentabilidade Operacional, o Crédito Comercial Obtido e o Financiamento Bancário de Médio e Longo Prazo são os principais determinantes do Investimento em FMN e como estas relações se modificam ao longo do Ciclo de Vida das Empresas. O nosso estudo também vai permitir-nos estudar o efeito moderador da Probabilidade de Insolvência no tipo de financimento do investimento em FMN. O indicador da Probabilidade de Insolvência demonstra ter um feito moderador sobre o tipo de financiamento do FMN. Os fornecedores exibem uma percepção mais rápida e atempada do aparecimento das dificuldades financeiras dos seus clientes do que os financiadores bancários. Esta capacidade permite-lhes monitorizar o estado financeiro dos seus clientes sem restringir a concessão de crédito na sua totalidade. Os modelos estimados para amostras de duas fases do ciclo de vida das empresa fornecem-nos evidências empíricas de que a idade das empresas afecta a forma e a intensidade dos factores explicativos do Investimento em FMN. Nas empresas em fase de maturidade o Crédito Bancário de Médio e Longo Prazo apresenta-se como um substituto ao crédito comercial de fornecedores no financiamento do Ciclo de Exploração. Também demonstramos que os determinantes do Investimento em FMN são afectados pela fase do Ciclo de Vida, medido pela antiguidade da empresa.
ABSTRACT: Our main aim is to explain the key determinants of investment in working capital during a firm’s life cycle. We have developed a model where the investment in the working capital (WCI) is adjusted to the desired level, which in turn depends on the ability of the firm's capacity to generate EBITDA, the structure of the maturity of its liabilities and the commercial credit provided by suppliers. Moreover, our indicator of the likelihood of financial distress reveals a moderator effect of the financial distress on supplier credit. This will significantly modify the structure of financing operations, because suppliers were found, at least partially to substitute bank financing as the probability of financial distress increases. This will happen because suppliers have a superior capacity to perceive quickly and to implement measures in a timely manner to deal with their customers’ financial distress, without cancelling credit, in contrast with the behaviour of banking finance.
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/3323
Designação: Mestrado em Finanças Empresariais
Aparece nas colecções:ESTGV - DG - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Pedro João Brinca Gonçalves Viana.pdf4,09 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.