Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/4156
Título: Ritos de iniciação: um contributo para a compreensão da adolescência nas sociedades ocidentais
Autor: Cardoso, Ana Paula
Palavras-chave: Adolescência
Ritos de iniciação
Sociedades ocidentais
Educação
Data: 1994
Editora: Instituto de Estudos e Divulgação Sociológica (I.E.D.S.) do Departamento de Sociologia da F.C.S.H. - U.N.L.
Citação: Cardoso, A. P. (1994). Ritos de iniciação: Um contributo para a compreensão da adolescência nas sociedades ocidentais. Forum Sociológico, Revista da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, 5, 61-73
Resumo: A adolescência é, talvez, dos domínios da Psicologia do Desenvolvimento o que mais controvérsia tem suscitado ao longo deste século. A sua problemática nas sociedades ocidentais revela bem a dificuldade em conciliar os imperativos socio-económicos, protagonizados por uma determinada ordem cultural, com as exigências de um desenvolvimento pessoal harmonioso. Com efeito, numa época em que se assiste à ruptura dos antigos valores e à emergência de novos valores, incentivar o debate profundo, alargado a toda a sociedade, e sem preconceitos, parece ser uma prioridade. Esta é, pois, a finalidade do presente artigo. Neste âmbito, procurámos, em primeiro lugar, caracterizar os ritos de iniciação num contexto das sociedades “desenvolvidas”; de seguida procedemos à análise do seu possível contributo para a compreensão da adolescência nas sociedades ocidentais, refletindo nomeadamente sobre: - a forma como se processam as relações entre as diversas gerações; - o modo como a organização social responde (ou não) às necessidades dos diferentes grupos etários; - e as respectivas prioridades axiológicas que norteiam as suas acções.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/4156
Aparece nas colecções:ESEV - DPCE - Artigos publicados em revista científica



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.