Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/4814
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorPaiva, Luís Manuel Gonçalves-
dc.contributor.authorNovo, Bruno Miguel Coelho-
dc.date.accessioned2018-02-07T10:55:11Z-
dc.date.available2018-02-07T10:55:11Z-
dc.date.issued2017-12-13-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10400.19/4814-
dc.description.abstractAtualmente, a indústria vem evoluindo num crescendo de competitividade, tornando-se fundamental que as empresas consigam adquirir vantagens competitivas face às suas concorrentes. No entanto, para atingir esses objetivos torna-se fundamental o conhecimento e a distinção de três conceitos, presentes no dia-a-dia de qualquer organização industrial: Produção, Produtividade e Competitividade. São indicadores, que embora traduzindo diferentes conceções, se encontram em permanente interação, sendo da maior relevância tentar perceber as relações de complementaridade estabelecidas entre si, por forma a compreender e interpretar um sistema de desempenho como um todo, tirando vantagem efetiva da sua relação. Em termos absolutos, o indicador de produção corresponde à concretização de uma quantidade perfeitamente definida, a produtividade traduz-se por um quociente entre saídas e entradas, enquanto a competitividade pretende medir a eficácia de um sistema ou modelo, estabelecendo parâmetros comparativos de desempenho com os demais concorrentes. Verifica-se assim, que a produtividade se assume como condição para a competitividade mas, pode não ser, só por si, um fator suficiente, existindo outros elementos preponderantes ao nível das decisões estratégicas e de gestão de cada empresa, que vão da qualidade ao design, do marketing à agressividade e posicionamento comercial, ou seja, um conjunto de decisões e disposições a que as empresas se deverão associar num mundo global em permanente mutação. Dimensionar e gerir a capacidade através de planos de produção que têm em conta os seus fatores determinantes, tirar partido das economias de escala, de experiência e de gama, estudar o nível de flexibilidade a adequar e garantir vias de comunicação claras e abertas a todos entre níveis hierárquicos, revelar-se-á como base sólida da gestão da produção de qualquer empresa. Estudos apontam como fator âncora da cultura organizacional nacional a inserção das pessoas em grupos nos quais se sintam identificados entre si e ao mesmo tempo importantes para a empresa, a fim de formar equipas e assim fomentar e tirar o máximo partido do espírito intrinsecamente português de criatividade e improviso, como forma de desenvolver vantagem competitiva. Neste contexto, em Portugal o tema Produção, Produtividade e Competitividade assume-se como extremamente importante e atual, uma vez que as suas empresas e, em particular as PME, enfrentam problemas e deficiências latentes ao nível da falta de produtividade e competitividade. Concretamente, a baixa produtividade conduz a um maior preço final e / ou à falta de uma substancial diferenciação dos produtos, traduzidas numa inferior competitividade e que revelam um dilema de base na economia do país. Assim, com o objetivo de interpretar e procurar projetar soluções tendentes a esbater alguns dos aspetos associados à falta de competitividade nas empresas, são apresentados e analisados exemplos que se evidenciam como uma boa interpretação e solução para a equação Produção, Produtividade e Competitividade. São exemplos práticos que visam suportar o estudo realizado, permitindo conferir uma aplicabilidade real cada vez mais necessária com o fim de garantir a sustentabilidade das empresas. É nesse sentido, que o presente trabalho procura expor métodos e técnicas da gestão da produtividade, bem como identificar um conjunto de indicadores fundamentais à análise dos fatores e estratégias de competitividade empresariais.pt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.subjectEmpresaspt_PT
dc.subjectProduçãopt_PT
dc.subjectProdutividadept_PT
dc.subjectCompetitividadept_PT
dc.subjectEstratégiapt_PT
dc.subjectComplementaridadept_PT
dc.subjectObjetivopt_PT
dc.subjectSustentabilidadept_PT
dc.titleProdução, produtividade e competitividade em PMEspt_PT
dc.typemasterThesispt_PT
thesis.degree.nameEngenharia Mecânica e Gestão Industrialpt_PT
dc.identifier.tid201848589pt_PT
dc.subject.fosDomínio/Área Científica::Engenharia e Tecnologia::Engenharia Mecânicapt_PT
Aparece nas colecções:ESTGV - DEMGI - Dissertações de mestrado (após aprovadas pelo júri)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_ Bruno_Novo.pdf4,47 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.