Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/571
Título: A qualidade da criatividade como mais valia para a educação
Autor: Martins, Vitor Manuel Tavares
Palavras-chave: Qualidade
Educação
Data: Jun-2004
Editora: Instituto Politécnico de Viseu
Relatório da Série N.º: 29;
Resumo: Qualidade é uma palavra extremamente usada em muitos dos discursos políticos, empresariais e educativos. Corre, por isso, o risco de perder o seu amplo significado. Filósofos, desde o tempo de Platão e Aristóteles, interessaram-se pelo debate acerca da definição de qualidade - ou de excelência - e perceberam o quão difícil é chegar a uma noção objectiva e universal. "A complexidade e ambivalência do conceito de qualidade revela-se na sua convivência com os termos de eficácia e de excelência; sinónimos, por vezes, traduzindo uma certa gradação entre eles" (Sanches, 1997). Situado numa encruzilhada de perspectivas, torna-se "bastante difícil definir tal conceito. Para alguns representa algo de utópico; finalidade desejável, sim, mas inatingível. Para outros não é possível nem necessário defini-la. Quando existe, ela é visível, imprime marca original" (Sanches, 1997), detecta-se, prova-se, sabemos o que ela é. O
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/571
ISSN: 1647-662X
Aparece nas colecções:RE - Número 29 - Junho de 2004

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A qualidade da criatividade.pdf294,14 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.