Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/648
Título: A Filosofia da Ciência e a Sua Extensão à Engenharia
Autor: Oliveira, E. R. Arantes e
Palavras-chave: Engenharia
Filosofia da ciência
Data: Out-2001
Editora: Instituto Politécnico de Viseu
Relatório da Série N.º: 24;
Resumo: A Escola de Viena da Filosofia da Ciência, que se desenvolveu nas primeiras décadas do século XX, tinha uma visão ambiciosa da Ciência. Acreditava, nomeadamente, que seria possível formular normas gerais para o processo científico, analisar a estrutura lógica dos conhecimentos científicos, e mostrar que a Ciência serve o objectivo racional de adquirir um conhecimento global e fiável do Universo. Os filósofos da Escola de Viena, que representaram em grande parte a corrente neo-positivista da Filosofia da Ciência, defendiam o chamado verificacionismo, segundo o qual as proposições das ciências empíricas só têm sentido se forem verificáveis por observações de carácter experimental. De acordo com os neo-positivistas, as construções teóricas susceptíveis de tornar possível explicar e prever, só seriam válidas se fossem apoiadas num procedimento hipotético-dedutivo resultante de uma combinação de indução e dedução.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/648
ISSN: 1647-662X
Aparece nas colecções:RE - Número 24 - Outubro de 2001

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A Filosofia da Ciência.pdf346,84 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.