Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/785
Título: A educação e o lazer
Autor: Marques, Ana Isabel
Palavras-chave: Educação
Lazer
Data: Abr-1998
Editora: Instituto Politécnico de Viseu
Relatório da Série N.º: 10;
Resumo: A escola constitui um pilar básico na sociedade para a formação dos indivíduos e da própria comunidade em que se integram. Este atributo da escola é inegável, tanto mais que a maioria das crianças cresce no seio dela. Para Neto (1984), a escola representa o espaço onde se criam condições para promover, de maneira organizada, as aquisições consideradas fundamentais para o normal desenvolvimento da criança. No entanto, parece que a escola se tem empenhado em esquecer que dos 365 dias do ano, os alunos passam cerca de 170 dias na estrutura escolar e que os restantes dias (cerca de 195) correspondem a tempo livre dessa estrutura. A escola parece que quer esquecer essas centenas de horas em que as crianças e os jovens se encontram noutra formação, em autoformação ou mesmo (de)formação. Mas porque não aproveitar as aprendizagens dos alunos durante o tempo extra-escolar? Porque é que a escola teima em não aceitar que uma parte significativa dos conteúdos das aprendizagens escolares são adquiridas voluntariamente pelas crianças e jovens nas suas actividades individuais ou colectivas durante o tempo livre? Será que não há nada de positivo nos interesses dos alunos?
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/785
ISSN: 1647-662X
Aparece nas colecções:RE - Número 10 - Abril de 1998

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A educação e o lazer.pdf298,17 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.