Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.19/841
Título: Estratégia da Produção e Flexibilidade.
Autor: Paiva, Luís Manuel G.
Palavras-chave: Flexibilidade
Gestão
Estratégia
Data: Jan-1999
Editora: Instituto Politécnico de Viseu
Relatório da Série N.º: 13;
Resumo: Vem-se tornando cada vez mais usual denominar a época que atravessamos, como a era do pós-taylorismo, ou da flexibilidade. As actuais condições de mercado, com instabilidade, aumento de concorrência e exigências específicas dos clientes, colocaram em questão a organização do trabalho taylorista-fordista, recorrendo-se, de forma crescente, à automatização flexível. Longe vai o tempo em que a organização do trabalho, marcada pela divisão rígida de funções, fragmentação de tarefas, especialização de conhecimentos, hierarquização e centralização de informações, deu lugar a uma precária flexibilização, frequentemente reduzida a uma componente técnico-empresarial e a uma flexibilidade quantitativa dos recursos humanos como forma de superar os disfuncionamentos tayloristas.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.19/841
ISSN: 1647-662X
Aparece nas colecções:RE - Número 13 - Janeiro de 1999
ESTGV - DEMGI - Artigos publicados em revista científica

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Estratégia da produção.pdf213,82 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.